Moçambique: Fundação Gulbenkian e Centro Cultural Português criam núcleo de Artes

Publicado em sexta, 17 janeiro 2014 11:46

A Fundação Calouste Gulbenkian, através do Programa Gulbenkian Parcerias para o Desenvolvimento, vai apoiar a criação de um núcleo de publicações especializadas em arte com uma forte componente africana na biblioteca do Centro Cultural Português da Embaixada de Portugal em Maputo, Moçambique. O protocolo de parceria foi assinado a 9 de janeiro de 2014, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

O projeto prevê a constituição do acervo bibliográfico e sua atualização durante dois anos, bem como o reforço de meios informáticos e de gestão documental e a formação de recursos humanos. Com este projeto pretende-se que a biblioteca se torne uma referência de consulta no panorama da criação artística local, captando novos públicos.

Para a diretora de cultura da Universidade Eduardo Mondlane em Maputo, Alda Costa,“o meio artístico de Maputo é carente de publicações especializadas, de informação atualizada sobre o mundo da arte, de possibilidades de ver arte através de uma biblioteca bem apetrechada”. Segundo a investigadora, “os artistas, os cada vez mais numerosos estudantes de arte, os investigadores que se iniciam no ainda embrionário, entre nós, domínio da história da arte, os curadores e os críticos que faltam e que começam a surgir vão beneficiar deste importante projeto”.

O Centro Cultural Português em Maputo dispõe de uma biblioteca com cerca de 17000 títulos e conta com uma média diária de174 leitores, na sua maioria estudantes e alunos do ensino médio e superior. Conta ainda com uma sala multiusos, onde são apresentadas exposições e se realizam debates, leituras e conferências.

A Fundação Calouste Gulbenkian tem vindo a conceder inúmeros apoios ao nível das artes em Moçambique, nomeadamente ao Núcleo de Arte de Maputo, à Escola de Artes Visuais de Maputo, à Companhia Nacional de Canto e Dança e recentemente à CulturArte – Centro de Dança Contemporânea.

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.