Apresentação do livro “Luanda, Invenção de uma Capital”, de Maria João Martins

O lançamento do livro “Luanda, Invenção de uma Capital”, obra da autoria de Maria João Martins com a chancela Gato do Bosque Editores, realiza-se no dia 17 de outubro de 2014, às 18:30, no auditório do Camões, IP (Rua Rodrigues Sampaio, 113, Lisboa).

Hoje metrópole cosmopolita e símbolo de uma África nova, Luanda foi também a primeira cidade de fundação europeia na costa ocidental africana, criada por ordem do Rei de Portugal em 1576. Foi entreposto de tráfego negreiro, presídio para os degredados do Reino, morada da esperança (e até da utopia) de muitos portugueses e angolanos.

Neste livro, segundo a autora, conta-se a árdua história da sua “invenção” e o modo como essa mesma História há-de unir para sempre dois povos e dois continentes.

Nascida em Vila Franca de Xira em junho de 1967, Maria João Martins tornou-se jornalista aos 20 anos, no extinto Diário de Lisboa. Trabalhou durante 20 anos no Jornal de Letras, Artes e Ideias, sendo ainda colaboradora das revistas Vogue, Máxima, UP e do jornal brasileiro, O Estado de São Paulo.

Licenciada em História e mestre em História dos Descobrimentos e Expansão Portuguesa pela Faculdade de Letras de Lisboa, foi professora universitária durante 5 anos e assinou um programa de História na RDP-Antena 2 durante dois anos. Recebeu vários prémios de jornalismo, entre os quais o de Revelação de Reportagem do Clube Português de Imprensa e o Júlio César Machado da Câmara Municipal de Lisboa.

Como autora publicou vários estudos de História, nomeadamente Divas, Santas e Demónios - Mulheres Portuguesas e O Paraíso Triste - O Quotidiano em Lisboa durante a II Guerra Mundial. Estreou-se na ficção com a novela Escola de Validos (2007) e publicou, em 2011, o romance Como o Ar que Respiras.

Atualmente é diretora editorial da Gato do Bosque Editores.

 

 

 

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.