Inauguração da Cátedra Fernão de Magalhães na Universidade de Playa Ancha

Chile - 19/10/2018

No âmbito da deslocação ao Chile da Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Teresa Ribeiro, terá lugar no dia 19 de outubro de 2018, a inauguração da Cátedra Fernão de Magalhães na Universidade de Playa Ancha, em Valparaíso, no Chile.

O protocolo de cooperação que criará a Cátedra Fernão de Magalhães será assinado pelo Presidente do Camões, I.P., Luís Faro Ramos, e pelo Reitor da Universidade de Playa Ancha, Patricio Sanhueza Vivanco. Esta será a primeira Cátedra a ser criada no Chile onde já existe um Centro de Língua Portuguesa e um Leitorado.

A instituição desta cátedra decorre do desenvolvimento de projetos de investigação no Centro de Estudos Avançados (CEA) da Universidade de Playa Ancha, que visam um fortalecimento das áreas de Literatura e Estudos da Cultura e do campo de Literaturas Comparadas do programa de Doutoramento em Literatura Hispano-americana Contemporânea, a internacionalização e consolidação do programa de Doutoramento, e a inovação através de novas possibilidades de leitura, nomeadamente dos estudos portugueses e lusófonos.

O nome da cátedra - Fernão de Magalhães – pretende espelhar um dos momentos mais significativos em que Portugal e Chile, de algum modo, se encontraram ao longo da sua história e que está intrinsecamente associado à figura do navegador português. O enquadramento da Cátedra “Fernão de Magalhães” no Centro de Estudos Avançados da Universidade de Playa Ancha permitirá desenvolver um programa de investigação no qual a figura do oceano configura, precisamente, as múltiplas possibilidades de cruzamentos de saberes em torno da imagem/tema do ‘oceano’. A língua portuguesa, a cultura portuguesa e as culturas de língua portuguesa serão os modos de dizer e pensar este ‘oceano’, cruzando áreas, identificando e ultrapassando limites, abrindo diálogos.

Daiana Nascimento dos Santos, investigadora e docente do Centro de Estudos Avançados da Universidad de Playa Ancha, nascida em Ibirataia, Bahia, será a diretora da Cátedra Fernão de Magalhães, o que permitirá potenciar a cooperação entre Portugal e o Brasil na promoção da ciência em língua portuguesa. A cátedra apresenta como linhas de investigação os seguintes temas: “Na órbita de Fernão de Magalhães”; “Literatura comparada de língua portuguesa”; “Literatura mundial: cartografia do mundo”; “Portos e Oceanos: Portugal/Chile, de finisterra a finisterra”; “Representações Magalhânicas”; e “Tradução”.

O Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. é um instituto público tutelado pelo MNE que tem por missão propor e executar a política de cooperação portuguesa e a política de ensino e divulgação da língua e cultura portuguesas no estrangeiro.

 

Gabinete de Documentação e Comunicação

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

T: 21 310 91 00 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.