Instituto Camões e Universidade Paris III criam Cátedra Solange Parvaux

A Cátedra Solange Parvaux é criada através de um protocolo de cooperação, entre o Instituto Camões, I. P., e a Universidade Paris III Sorbonne Nouvelle, assinado no dia 5 de Julho de 2011, na Embaixada de Portugal em Paris. Esta iniciativa vem trazer uma nova dimensão à colaboração existente entre a Universidade de Paris III Sorbonne Nouvelle e o Instituto Camões, reforçando uma parceria que tem mais de 80 anos. Recorde-se que o primeiro leitorado português na Sorbonne foi criado em 1930, datando, no entanto, de 1919 o início do ensino da língua portuguesa nesta prestigiada universidade francesa.

Grande impulsionadora do ensino da língua e cultura portuguesas em França, Solange Parvaux foi Inspetora Geral do ensino francês, responsável pelo Português, lutou pela implantação da língua portuguesa no sistema de ensino francês, trabalhando sempre em estreita colaboração com as instituições portuguesas.

Desaparecida em dezembro de 2007, teve um papel importante na criação da Associação para o Desenvolvimento dos Estudos Portugueses, Brasileiros, de África e Ásia Lusófona (ADEPBA) de que foi presidente. Autora de vários manuais escolares, como o “Vocabulário português – Portugal e Brasil”, Solange Parvaux manifestou sempre grande interesse pelas culturas de expressão portuguesa.

Solange Parvaux Inicia a sua carreira de professora na Universidade de Argel após uma tese sobre “Cerâmica Popular do Alto Alentejo” vindo depois para Paris, para lecionar na Universidade de Paris III – Sorbonne Nouvelle, a universidade que agora celebra.

 

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.