«Português, Língua Global» – Colóquio em Maputo

 As políticas linguísticas em diferentes contextos multilingísticos e multiculturais serão debatidas no colóquio de um dia com o tema geral «Português, Língua Global» que terá lugar a 25 de Março em Maputo, no âmbito da visita a Moçambique do Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva.

Número 123   ·   12 de Março de 2008   ·   Suplemento do JL n.º 977, ano XXVIII

O tópico das políticas linguísticas será abordado pelos conferencistas Carlos Reis (Universidade Aberta) e Gregório Firmino (UEM - Universidade Eduardo Mondlane), este último um dos principais especialistas moçambicanos na matéria, «cujos trabalhos de investigação e áreas de intervenção se situam em questões que relacionam a língua portuguesa e as línguas bantu com questões de integração regional».

O colóquio, em que a Presidente do Instituto Camões, Simonetta Luz Afonso, proferirá a conferência inaugural sobre O Português, no Séc. XXI, sob a Emergência da Globalidade: Desafios, contará com a participação de académicos e escritores moçambicanos.

Prevista está igualmente a participação da directora da companhia de teatro Mutumbela Gogo, Manuela Soeiro, do cineasta moçambicano Licínio de Azevedo, do produtor Pedro Pimenta, e dos escritores portugueses Francisco José Viegas e Valter Hugo Mãe (Prémio Saramago de 2007), que debaterão o tema das «Línguas e Inscrição das Heteronomias das Culturas: o caso Português».

Este painel, que terá como moderadora a professora Fátima Mendonça, da UEM, abordará «a área da língua como expressão de diversas culturas na sua relação privilegiada com a literatura, cinema e teatro».

O tema de abertura do Colóquio será o «Português: ensino, investigação e desenvolvimento», a cargo das conferencistas Perpétua Gonçalves (UEM), Marisa Mendonça (Universidade Pedagógica) e Maria Helena Mira Mateus (Universidade de Lisboa), em que serão focados os tópicos da formação de professores, da investigação linguística e do ensino de Português.

A conferência de encerramento será proferida por Lourenço do Rosário, reitor do Instituto Superior Politécnico Universitário de Moçambique e Presidente do Fundo Bibliográfico de Língua Portuguesa, com sede em Maputo.
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.