Língua e Economia na 6ª Conferência da EFNIL

A Utilização da Língua nos Negócios e no Comércio na Europa foi o tema principal da 6ª Conferência anual da Federação Europeia de Institutos Nacionais para a Língua (EFNIL, no acrónimo inglês), que se reuniu a 13 e 14 de Novembro em Lisboa, a convite do Instituto Camões (IC), que integra esta organização fundada em 2003 em Estocolmo e que agrupa instituições da maioria dos países da União Europeia.

Número 132   ·   19 de Novembro de 2008   ·   Suplemento do JL n.º 995, ano XXVIII

Conferência da EFNILNa sessão de abertura, que começou com uma intervenção da Presidente do IC, Simonetta Luz Afonso, e que contou com uma alocução inaugural a cargo do presidente da EFNIL, Gerhard Stickel (Institut für Deutsche Sprache), esteve presente a secretária de Estados dos Assuntos Europeus, Teresa Ribeiro, e um representante do Comissário Europeu para o Multilinguismo, Leonard Orban.

Na sua alocução, a Presidente do IC desafiou a EFNIL a «criar um programa segundo o qual cada membro da EFNIL, de forma faseada e sistemática, em função do calendário desse programa, possa disponibilizar, on-line, nos seus sítios oficiais, matérias de aprendizagem e de ensino da Língua que representa», constituindo, ainda, um gabinete de apoio pedagógico que possa responder às dúvidas dos professores estrangeiros que adoptem os seus materiais.

«Os materiais de aprendizagem seriam feitos tendo em conta, por um lado o Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas, por outro, não só os níveis etários da população escolar - da educação pré-escolar ao ensino secundário - mas também da população adulta, promovendo a aprendizagem ao longo da vida.»

Simonetta Luz Afonso convidou ainda a EFNIL a desenvolver em rede um estudo sobre o valor económico da língua, «com a mesma metodologia ou uma metodologia próxima» da seguida na encomenda que o IC fez ao Instituto Superior de Ciências do Trabalho e Empresa (ISCTE) sobre o Valor Económico da Língua Portuguesa, cuja metodologia, entre outros aspectos, o prof. José Paulo Esperança apresentou na Conferência na sua comunicação Uma abordagem ecléctica do valor da língua: o uso global do Português.

Desta forma, a EFNIL, no dizer da Presidente do IC, poderia «intervir junto da Comissão Europeia no sentido de a Europa transformar a sua diversidade linguística numa vantagem verdadeiramente competitiva».

A EFNIL é um fórum em que as instituições nacionais que supervisionam o ensino da sua língua oficial e de outras línguas estrangeiras «podem trocar informações sobre os seus trabalhos» e «coligir informação sobre o ensino e a aprendizagem das línguas e as diversas políticas de língua que são implementadas em cada país da União Europeia».

A Federação «encoraja e promove» ainda «o estudo das línguas europeias oficiais e uma aprendizagem coordenada da língua materna e das línguas estrangeiras, o que significa promover a diversidade linguística e cultural no seio da União Europeia».

Estas orientações traduzem-se em dois projectos que a EFNIL tem em curso e que foram objecto de relatórios na sessão da manhã do segundo dia da Conferência, logo antes da apresentação do novo sítio da organização na internet.

Os projectos em causa são o EFNILEX e o ELM. O primeiro pretende desenvolver «um método moderno e com qualidade/preço para a produção de dicionários bilingues e multilingues, usando tanto quanto possível tecnologias modernas para a língua». O projecto avalia, nomeadamente, a disponibilidade de recursos lexicais nos quais se possa basear o desenvolvimento de dicionários.

O segundo projecto (o European Language Monitor) visa constituir uma base empírica de conhecimento fiável e actualizado sobre a situação linguística dos países europeus, que sirva a acção dos políticos nacionais e europeus, dos planificadores da língua, dos educadores e dos linguistas.

No primeiro dia de trabalhos, a intervenção do professor universitário português José Paulo Esperança, foi precedida por uma palestra do professor Stephen Hagen (investigador e professor da Univ. of West England), com o título Mapping successful language use in international business: How, when and where do European companies achieve success?

A sessão da tarde do primeiro dia da Conferência e a sessão da manhã do segundo dia foram dedicadas à apresentação pelos representantes presentes de breves comunicações sobre a situação linguística nos respectivos países no que toca ao tema da reunião. A 6ª Conferência da EFNIL, foi antecedida a 12 de Novembro por uma reunião do Comité Executivo da Federação, tendo terminado com a realização de uma assembleia-geral da instituição.

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.