Arranca plano para Licenciatura de Português em 2011

Argélia

Treze estudantes argelinos vão frequentar o Curso de Intercompreensão de Português, Francês e Espanhol na plataforma de ensino a distância do Instituto Camões, no âmbito de uma série de medidas acordadas em Março entre o Instituto Camões (IC) e a Universidade de Argel com vista à criação de uma Licenciatura em Língua e Cultura Portuguesa na Faculdade de Letras daquela instituição do ensino superior da Argélia, no ano lectivo de 2011/12.

Número 137   ·   8 de Abril de 2009   ·   Suplemento do JL n.º 1005, ano XXIX

O entendimento contempla também a entrada em funcionamento no mesmo ano da Variante de Tradução Árabe-Português no Departamento de Interpretação e Tradução daquela Faculdade.

Para o Instituto Camões, a abertura da Variante de Tradução Árabe-Português será uma mais-valia no contexto do esforço que tem vindo a desenvolver no sentido de fazer prevalecer o real estatuto da Língua Portuguesa em África e no mundo, quer no contexto da UA, da ECOWAS (Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental) e da SADC (Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral) quer recentemente junto da UNON (Escritórios das Nações Unidas em Nairobi).

Actualmente, a Universidade de Argel conta apenas com um «curso livre» de Língua e Cultura Portuguesa, que funciona em regime de opção curricular. O curso foi iniciado pela primeira vez em 2007/2008 e tem cerca de 100 alunos inscritos no presente ano lectivo. Para além deste curso, o Português apenas é ensinado na Embaixada Portuguesa em Argel a trabalhadores argelinos de empresas portuguesas (Zagope, ITT, Efacec, Coba e Teixeira Duarte).

Na reunião havida em Março entre o leitor do IC Pedro Meireles e a Directora do Departamento de Interpretação e Tradução da Faculdade de Letras e de Línguas da Universidade de Argel, Fat\'ma Ferchouli, e a Vice-Reitora para as Relações Externas da mesma instituição, Meriem Bedjaoui, foi apresentado e aceite um plano de médio prazo para que seja possível a universidade argelina oferecer a Licenciatura em Língua e Cultura Portuguesa.

Segundo Pedro Meireles, «o primeiro momento» passa pela frequência de estudantes dos 3º e 4º anos de Licenciatura de Tradução Árabe-Espanhol-Inglês do curso em linha de Intercompreensão Português-Espanhol-Francês, do IC, que se inicia a 12 de Abril próximo.

Num segundo momento, os candidatos admitidos à formação frequentarão um curso de Língua e Cultura Portuguesa no ano académico de 2009/2010.

Por último, «serão seleccionados os melhores candidatos para a frequência de um programa de pós-graduação em Portugal em 2010/2011, possibilitando a abertura do primeiro ano de Licenciatura em 2011/2012», refere Pedro Meireles.

As duas responsáveis universitárias argelinas indicaram na reunião que a Licenciatura de Língua Portuguesa deverá ser integrada no Departamento de Línguas Estrangeiras da Faculdade de Letras, no seu pólo de Bouzereah, enquanto a Variante de Tradução Árabe-Português funcionará no âmbito do Departamento de Interpretação e Tradução, da mesma Faculdade.

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.