Arquivos Camões, I.P.

Arquivos Camões, I.P.

Os Arquivos do Camões, I.P., estão integrados no Gabinete de Documentação e Comunicação com as seguintes competências:

  • Definir e assegurar a política de gestão documental, arquivística e patrimonial da documentação existente no organismo, facultando o respetivo acesso público à documentação histórica e de cariz não confidencial, nos termos da lei;
  • Assegurar a seleção, aquisição, tratamento, conservação, pesquisa e difusão de toda a informação relevante para a atividade do Camões, I. P. de acordo com a normalização técnica e procedimentos arquivísticos vigentes a nível nacional e internacional;
  • Cooperar com os organismos que tutelam a política arquivística a nível nacional.

Está em fase de implementação o catálogo do fundo histórico que em breve será disponibilizado online neste portal através do sistema documental Archeevo.

Contactos:

Arquivista: Drª Rafaela Conceição
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

Arquivo Histórico Camões

O Arquivo Histórico Camões, é constituído por documentação proveniente dos organismos que antecederam o Camões, I.P., com competências na política pública externa portuguesa e nas áreas da língua e da cultura.

Para além do seu valor histórico, este espólio documental documenta as transformações que ocorreram no panorama científico, tecnológico, cultural, artístico, social, político e económico durante o século XX, em Portugal.

Este acervo documental é, composto por mais de 27.000 processos devidamente tratados, segundo as normas técnicas de arquivo em vigor, totalizando cerca de 400 metros lineares, tendo como base conteúdos produzidos por organismos que antecederam ao Camões, I.P., nomeadamente:

  • JEN - Junta de Educação Nacional (1929 – 1936)
  • IAC - Instituto para a Alta Cultura (1936 – 1952)
  • IAC - Instituto de Alta Cultura (1952 – 1976)
  • ICAP - Instituto de Cultura Portuguesa (1976 – 1980)
  • ICALP - Instituto de Cultura e Língua Portuguesa (1980 – 1992)
  • IC - Instituto Camões (1992 a 2012)

Inclui ainda documentação produzida pelos seguintes organismos:

  • Instituto Nacional de Investigação Científica (INIC)
  • Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT)

Consultar (Ficheiro Adobe Reader - 2,96 MB) 

Arquivo Definitivo da Cooperação

A proveniência orgânica deste fundo documental que cobre o período temporal compreendido entre 1974 e 2003, reporta-se aos organismos produtores que antecederam o Camões, I.P. na Área da Cooperação:

  • GCC - Gabinete Coordenador para a Cooperação (1974-1975)
  • MC - Ministério da Cooperação (1975-1976)
  • ICE - Instituto para a Cooperação Económica (1976-1994)
  • DGC - Direcção-Geral de Cooperação (1979-1994)
  • ICP - Instituto da Cooperação Portuguesa (1994-2003)
  • FCE - Fundo para a Cooperação Económica (1991-1999)
  • APAD – Agência Portuguesa de Ajuda ao Desenvolvimento (1999-2003)

Este arquivo definitivo, encontra-se em fase de tratamento arquivístico, para avaliação do valor patrimonial e da memória institucional, de modo a ser classificado como um fundo documental de cariz histórico, não estando por isso disponível ao público. 

Fundo Documental do Ministério do Ultramar

Este fundo já não se encontra à guarda do Camões, I.P. tendo sido incorporado na sua totalidade no Arquivo Histórico Ultramarino.

Contactos AHU:

Calçada da Boa Hora, 30
1300-95 Lisboa
Tel: 213616330
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Este acervo é constituído por documentação proveniente do antigo Ministério do Ultramar, nomeadamente:

  • Direção-Geral de Economia
  • Direção-Geral de Obras Públicas e Comunicação
  • Inspeção-Geral de Minas
  • Gabinete do Plano do Cunene
  • Gabinete do Plano do Zambeze (integra o fundo de Cabora Bassa)

Catálogo disponível em: http://arquivos.ministerioultramar.holos.pt

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.