Luanda: “Howl (Uivo)” | Maya Angelou, Walt Whitman e Allen Ginsberg, declamados por José Luís Mendonça

Data
13-08-2019
Localização
Centro Cultural Português em Luanda

Descrição

No dia 13 de agosto de 2019, às 18h30, o Camões - Centro Cultural Português em Luanda vai acolher um recital em que José Luís Mendonça vai declamar poesia de três grandes nomes da literatura norte-americana: Maya Angelou, Walt Whitman e Allen Ginsberg.

Num contexto onde ainda escasseia a literatura mundial, José Luís Mendonça pretende, com este recital inédito, dar a conhecer ao público interessado e principalmente às gerações mais novas, um pouco da poesia de outras nações e povos, começando pela dos Estados Unidos da América, a menos conhecida e divulgada em Angola.

Maya Angelou (1928 -2014) nasceu em St. Louis, Missouri, Estados Unidos da América, no dia 4 de abril de 1928. Nascida Marguerite Ann Johnson, Maya era o seu nome de infância e Angelou foi o apelido de um dos seus maridos. Exerceu diversas profissões, desde atriz até condutora de autocarro. Atuou nos movimentos de Martin Luther King e Malcolm X. Nos anos 60 viveu no Egipto e no Gana, trabalhando para os movimentos de direitos civis. Maya publicou dezenas de coletâneas de poemas. A sua consagração literária, no entanto, aconteceu com o livro de memórias I Know Why the Caged Bird Sing (Eu Sei por que o Pássaro Canta na Gaiola), de 1969, no qual relata a infância traumática após sofrer uma violação aos oito anos, pelo namorado de sua mãe. O livro tornou-se no primeiro best-seller de não ficção escrito por uma afro-americana. Convidada com frequência para participar em eventos oficiais, a sua posição como uma das personagens mais importantes da cultura americana foi consolidada quando recitou seu poema “On The Pulse of Morning”, na tomada de posse do presidente Bill Clinton. Maya Angelou faleceu em Winston-Salem, na Carolina do Norte, a 28 de maio de 2014.

Walt Whitman (1819-1892) é normalmente considerado o mais importante poeta americano do século XIX. Publicou a primeira edição de sua principal obra, Folhas de Relva, em 1855. Durante a sua vida, Whitman publicou novas edições do livro, terminando com a nona edição, ou edição do "leito de morte", em 1891-1892. O que começou como um livro pequeno de 12 poemas tornou-se, no final de sua vida, um compêndio de quase 400 poemas. Whitman considerava cada versão como um livro próprio e distinto e alterava o respetivo conteúdo continuamente, adicionando novos poemas. Deu nomes diferentes e renomeou antigos, reagrupando-os várias vezes, até 1889.

Irwin Allen Ginsberg (1926-1997) foi uma das figuras mais importantes da chamada “Geração Beat”, um grupo de artistas que se manifestava contra os padrões convencionais de vida americanos na década de 1950.  Em 1956, o autor lançou Uivo e Outros Poemas, uma obra que entrou para história. O grande poema em prosa “Uivo” (Howl), que fala, entre outras coisas, da destruição causada pelo capitalismo nos Estados Unidos, tornou-se o manifesto da Geração Beat. 

 

José Luís Mendonça nasceu em Angola, em novembro de 1955, na Comuna da Mussuemba, Município do Golungo Alto.

Licenciado em Direito, jornalista e poeta. Diretor e Editor-Chefe do Jornal CULTURA, quinzenário angolano de Artes & Letras.

Tem uma vasta obra de poesia e prosa publicada e já conquistou vários prémios, designadamente, Prémio Sagrada Esperança, em 1981. 

Prémio Angola Trinta Anos, em 2005. Prémio Notícias Gerais da Lusofonia - Concurso CNN Multichoice Jornalista Africano, em 2005. Prémio Nacional de Cultura e Artes na categoria de Literatura, pela singularidade do seu estilo e valor cultural das temáticas tratadas, em 2015.

Tópicos neste artigo: