Petrópolis: Exposição “D. Maria da Glória: princesa nos trópicos, rainha na Europa”

Fecha
07-12-2019 - 21-04-2020
Ubicación
Petrópolis

Descripción

No âmbito das comemorações binacionais (Portugal e Brasil) do bicentenário do nascimento de D. Maria da Glória, rainha D. Maria II de Portugal, o Museu Imperial de Petrópolis inaugura a exposição “D. Maria da Glória: princesa nos trópicos, rainha na Europa”, no próximo dia 7 de dezembro de 2019, no Palácio Imperial.

Maria da Glória (1819-1853) foi a única monarca europeia nascida no continente americano, ascendendo à coroa portuguesa com o título de D. Maria II, em 1826, com a morte de D. João VI e a abdicação de D. Pedro IV (D. Pedro In do Brasil), em seu favor.

A exposição reúne um conjunto significativo de pinturas e objetos do acervo do Museu Imperial, mas também do Museu Nacional de Belas Artes, do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro e da Coleção Ivani e Jorge Yunes, entre outras.

Integram esta exposição um conjunto assinalável de obras, entre as quais o leque comemorativo do nascimento da princesa D. Maria da Glória, proveniente da China e que faz parte do acervo do Museu Imperial; a pintura (óleo sobre tela) do juramento de fidelidade ao Imperador D. Pedro I, de Jean-Baptiste Debret, do acervo do Museu Nacional de Belas-Artes; e a litografia “S.M.I. o Senhor D. Pedro restituindo sua Augusta Filha a Senhora D. Maria Segunda, e a Carta Constitucional aos Portugueses” (1832), de Formentim.

A inauguração da exposição será precedida de apresentação de um espetáculo cénico-musical com a atriz Madá Nery e a cravista Rosana Lanzelotte, no Cineteatro Museu Imperial.

A exposição estará patente ao público de 10 de dezembro de 2019 a 21 de abril de 2020, de terça a domingo, das 10h30 às 17h30, com entrada livre.

Realizada pelo Museu Imperial de Petrópolis/IBRAM, a exposição “D. Maria da Glória: princesa nos trópicos, rainha na Europa” conta com apoio da Embaixada de Portugal no Brasil, do Camões – Centro Cultural Português em Brasília, da Fundação Calouste Gulbenkian, da Galp – Brasil S.A e da CIJY – Coleção Ivani e Jorge Yunes.