组织

卡蒙斯学院组织系统图

该组织系统图展示了卡蒙斯学院的构成方式:

 

卡蒙斯学院有以下部门:

  • 董事会
  • 审计部门
  • 葡萄牙语言和文化咨询委员会
  • 部际合作发展委员会

在最高管理层方面,卡蒙斯学院有一个董事会和一个审计部门(监督机构)。

 

 

董事会 - 主席

董事会由一名主席、一名副主席和另两名成员组成,主席拥有决定票。

 
foto luisfaroramos
董事会主席

路易斯 · 法鲁 · 拉莫斯大使

外交官,已婚,有两个孩子。里斯本大学法律本科专业毕业,1987年加入葡萄牙外交部。曾多次被安排在国外的葡萄牙代表处工作,即:雅典(1993年)、澳门(1998年)、日内瓦(1999年)、布鲁塞尔(2004年)、突尼斯(2012年)和哈瓦那(2015年),在最后两地任使团团长。还曾任国防和海洋事务国务秘书的参谋长(2008-2009年)和国防政策领导人(2010-2012年)。1996至1998年以及2008至2010年,他还曾是外交委员会使馆秘书和使馆参赞的代表。2017年10月24日,经外交部长指派担任卡蒙斯学院主席。

董事会成员

保拉 · 佩德罗 · 洛雷罗

本科就读于经济管理学院经济学专业,并获得欧洲研究和国际关系专业学士后文凭。她于2001年加入外交部,曾在组织、规划和评估办公室以及行政总务处的规划、预算和账户服务总办公室任职。于2008年至2012年担任规划、预算和账户总办公室下的规划、计划和评估部门主任。于2012至2018年任外交部行政总务处规划、预算和预算控制服务的主管。

董事会

若昂 · 劳伦提诺 · 古斯塔 · 内维斯

曾获得现代语言文化(葡语-英语研究)学士学位和跨文化关系硕士学位。于1985年开始其教师职业生涯。他曾任莫桑比克楠普拉卡蒙斯学院的外教(1995年至2000年),并曾任学院的葡语中心协调部门的负责人(2000年至2002年)。他还曾任葡萄牙驻佛得角大使馆文化专员和葡萄牙文化中心主任(2003年至2012年)。并曾于2012年至2018年在澳门担任东方葡萄牙学会(IPOR)主任。自2018年9月1日起,他受外交部长指派担任卡蒙斯学院董事会成员。

 

 

Secretariado

Email: 该 Email 地址已受到反垃圾邮件插件保护。要显示它需要在浏览器中启用 JavaScript。 

 

Maria Elizabeth Melo

Zita Coelho

Rossana Mamad

Tel: (+351) 213 109 104

 

Chefe de Gabinete do Conselho Diretivo

Dra. Maria Inês Castelo Branco

该 Email 地址已受到反垃圾邮件插件保护。要显示它需要在浏览器中启用 JavaScript。
Tel: (+351) 213 109 122

Órgãos consultivos

Comissão Interministerial para a Cooperação

Missão

A Comissão Interministerial para a Cooperação (CIC) é um órgão setorial de apoio ao Governo na área da política da cooperação para o desenvolvimento, que funciona junto do Camões, I.P..

Competência

À CIC compete:

  • Apoiar o Governo na definição da política de cooperação com os países em desenvolvimento;
  • Promover o planeamento articulado dos programas e projetos de ajuda pública ao desenvolvimento;
  • Articular as intervenções dos diversos ministérios em matéria de cooperação e ajuda pública ao desenvolvimento, tendo em vista o estabelecimento de orientações concertadas e o reforço da coordenação e coerência das políticas para o desenvolvimento;
  • Promover a coordenação da execução dos programas e projetos de cooperação de iniciativa pública;
  • Promover a recolha e a partilha, entre os seus membros, das informações e dados estatísticos relativos à execução das atividades de cooperação.

Conselho Consultivo para a Língua e Cultura Portuguesas

O Conselho Consultivo é o órgão de consulta, apoio e participação na definição das linhas gerais de atuação do Camões, I. P., e reúne pelo menos uma vez por ano, nos termos do respetivo regulamento interno.

O Conselho Consultivo é constituído:

  • Pelo presidente do Camões, I. P., que preside, e pelo vice-presidente e vogais;
  • Por um representante de cada um dos membros do Governo responsáveis pelas áreas dos negócios estrangeiros, da economia, da educação, do ensino superior, da ciência e tecnologia, da cultura, da juventude e da comunicação social;
  • Pelo diretor-geral de política externa, pelo diretor-geral dos assuntos europeus, pelo diretor-geral dos assuntos consulares e comunidades portuguesas do MNE;
  • Por cinco personalidades de reconhecido mérito nos domínios do ensino, da investigação, das artes e das ciências;
    Por um representante de cada uma das associações de sindicatos do pessoal docente, que integram as confederações sindicais com assento na comissão permanente da concertação social.

Competência

Ao Conselho Consultivo compete:

  • Pronunciar-se sobre o plano e o relatório de atividades do Camões, I. P., na área da língua e da cultura portuguesas;
  • Dar parecer sobre os planos de formação relativos ao ensino português no estrangeiro;
  • Dar parecer sobre o planeamento da rede de ensino de português no estrangeiro;
  • Dar parecer sobre a criação de centros culturais portugueses e as estruturas de coordenação do ensino de português no estrangeiro;
  • Pronunciar-se, por iniciativa própria ou mediante solicitação do presidente, sobre iniciativas relevantes para a prossecução das atribuições do Camões, I. P., na área da língua e da cultura portuguesas;
  • Contribuir para a articulação do Camões, I. P., com os órgãos do Estado e dos serviços públicos com os quais se relacione na prossecução das suas atribuições, na área da língua e da cultura portuguesas.