Referencial Camões PLE

 

O Referencial Camões PLE é um documento de caráter didático, criado pelo Camões, I.P. com o objetivo de facultar aos profissionais da rede Camões e a outros intervenientes ligados ao ensino, aprendizagem e avaliação de Português como Língua Estrangeira (PLE) um referencial de conteúdos que os apoiem na conceção e organização de cursos de PLE.

Elaborado por uma equipa coordenada pelo Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, I.P., de acordo com as orientações do Conselho da Europa para o ensino, aprendizagem e avaliação das línguas estrangeiras, estabelecidos pelo Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas – Aprendizagem, Ensino, Avaliação (QECR), apresenta, para a língua portuguesa:

(i) descritores dos seis níveis comuns de referência (do A1 ao C2) e

(ii) inventários de conteúdos, organizados em três componentes do uso comunicativo da língua: componente pragmática, componente nocional e componente linguística.

Os inventários apresentados no Referencial Camões PLE propõem o tratamento sequencial de conteúdos ao longo dos seis níveis de referência do QECR, com diferentes realizações linguísticas, de modo a respeitar os critérios de progressão necessários ao desenvolvimento da competência comunicativa. Pretende-se, desta forma, evidenciar aquilo que se espera que o sujeito em aprendizagem consiga fazer nos diferentes níveis de proficiência, no que diz respeito ao uso da língua para a realização de diferentes atividades linguísticas, em contextos e situações de comunicação diversificados.

O Referencial Camões PLE é constituído por um ebook, que pode ser descarregado gratuitamente na Biblioteca Digital Camões, e pelos inventários de funções, noções e gramática, disponibilizados de forma interativa nesta página, para facilidade de utilização, em pares de níveis de proficiência.



NÍVEL A1

com interlocutor desconhecido
por favor / se faz favor
▪ Por favor, onde é a universidade?
▪ Se faz favor, onde fica a saída?

desculpe(a)
▪ Desculpe(a), que horas são?

com interlocutor conhecido
(forma de tratamento +) nome
▪ (D.) Paula, onde é a biblioteca?

ao telefone
▪ Está?
▪ Estou?
sem nome/forma de tratamento
Bom dia!
Boa tarde/noite!
▪ Olá!
▪ Como está(s)?
▪ (Olá!) Tudo bem?

(forma de tratamento +) nome [conhecido]
▪ Bom dia, (D.) Rosa!
▪ Olá, João.
com ou sem (forma de tratamento +) nome
▪ Olá (Patrícia)!
▪ Bom dia (Sr. Fonseca)!
▪ Boa tarde/noite (D. Inês)!


com resposta a questão anterior (+ interrog. retribuição)
[Como está(s)?]
▪ Eu estou bem, Leonor. (E tu/você?)
com ou sem (forma de tratamento +) nome
▪ Adeus (Vera)!
▪ Bom dia (Sr. Monteiro)!
▪ Boa tarde/noite (D. Fátima)!
▪ Tchau (Zé)!


aludindo a um próximo encontro
▪ Até amanhã!
▪ Até logo!

até + dia da semana
▪ Até sábado!
com ou sem (forma de tratamento +) nome
Como está(s), (Serafim)?
▪ Está bem, (D.) Vanda?

perguntando por terceiros
▪ Como está o teu/seu marido?
▪ A Manuela está bem?
...
[Um beijinho à Carolina.]
▪ Obrigado(a).
desculpar
Desculpa/e.

desculpar + (forma de tratamento +) nome [conhecido]
▪ Desculpa/e, (D.) Antónia!
[Desculpe(a).]
▪ Está/Tudo bem.
▪ Não faz mal.
▪ Bem vindo(a).
ação ou acontecimento
(Muitos) Parabéns!
Muito bem!

aniversário ou outro momento especial
▪ (Muitos) Parabéns!
▪ Um brinde!
▪ Tchim-tchim!
bom/boa/bons/boas + GN
▪ Bom trabalho!
▪ Bom fim de semana!
▪ Boa viagem!
▪ Boa sorte!

▪ Boas férias!

festas e celebrações

▪ Feliz aniversário!
▪ Boas festas!
▪ Bom Ano!
▪ Feliz Natal!
...
obrigado(a) (+ forma de tratamento e/ou nome)
▪ Obrigado(a)!
▪ Muito obrigado(a), (D.) Adelaide!
de nada (+ forma de tratamento e/ou nome)
[Obrigado(a)!]
▪ De nada, (D.) Amélia!
ser + nome (+ apelido)
▪ (Eu) Sou o João (Silva).
▪ O meu nome é Sérgio (Almeida).

chamar-se + nome (+ apelido)
▪ (Eu) Chamo-me João (Silva).


nome (+ apelido) + informação pessoal
[idade]
▪ Sou o Pedro e tenho 29 anos.
[profissão]
▪ Chamo-me Gonçalo e sou gestor. [nacionalidade]
▪ Chamo-me Xavier Pereira e sou português.
demonstrativo + ser + nome (+ apelido e/ou inform. pes.)
▪ Este é o Henrique (Borges).
▪ Esta é a Mafalda, tem 20 anos e é portuguesa.
▪ Este é o Manuel, tem 35 anos e é professor.
interrog.
▪ Quem é (ele/aquele)? Posso conhecer?
interrog.
▪ Quem é (ela/aquela)? Posso conhecer?
conhecer
▪ Conheces o João?
[Este é o Luís (Borges).]
▪ Bom dia!
▪ Boa tarde/noite!
▪ Olá, tudo bem?
▪ (Olá) Como está(s)?
▪ (Muito) Prazer!
▪ Mais alto/baixo/devagar, por favor!
▪ Outra vez, por favor!

poder
Pode(s) falar/dizer mais alto/baixo/devagar, por favor?
▪ Pode(s) repetir, por favor?
▪ Com licença.
▪ Posso entrar?
dando licença/permissão
[Posso entrar?]
▪ Sim./Claro!
▪ Pode(s)!

negando ou adiando licença/pemissão
[Posso?]
▪ (Agora) Não, desculpa(e).
identificar/definir

alguém

quem
Quem é?
▪ Quem é aquele?

chamar-se
Como é que te chamas?
▪ Como é que se chama o teu amigo?


alguma coisa
o que
O que é isto?

atividade/profissão
o que + fazer/qual é + GN
▪ O que (é que) fazes?
▪ Qual é a tua profissão?
situar no espaço
localização
lugar/rua/cidade
Onde é que fica a tua rua?

aqui/ali/ aí
A escola fica aqui/ali?
▪ Tens aí uma caneta?

onde + ser/estar/ficar
Onde é que vives?
▪ Onde é que está o livro?
▪ Onde é que fica o museu?

localização relativa
ao lado/ ao pé/ perto de
A escola fica ao pé do jardim?

entre
▪ A tua casa é entre o ginásio e o café?

à frente/ atrás de
▪ A tua casa fica atrás do ginásio?

origem
(de) onde
Onde é que nasceste?
▪ De onde és?

deslocação/direção
de/ para/por onde
▪ Por onde vamos?
▪ De onde vens?
▪ Para onde vais?

para cima/ baixo
▪ Vamos para cima?

para aqui/ aí/ ali
▪ Vamos para ali?

distância
perto/ longe
A farmácia é perto/longe?
hoje/ amanhã
Vens à aula amanhã?

de dia/noite
Tens aulas de noite?

agora/ cedo/ tarde
▪ Vais agora às compras?
Acordas cedo?

nunca/ sempre
▪ Vais sempre cedo para o trabalho?

na próxima semana/ no próximo mês/ ano
▪ Tens férias na próxima semana?

quando
▪ Quando é que fazes anos?

horas
que
Que horas são?

dias da semana/do mês
que
Que dia é hoje?
quanto(s)
Quanto é?
▪ Quanto é que custa este livro?
▪ Quantos anos tens?

muito/ pouco
Tens pouco dinheiro?

todo
Bebeste o sumo todo?

mais/ menos
▪ Queres mais bolachas?
...
causa
porque + é que
Porque é que estudas português?
conhecer
Conheces Lisboa?

saber + GN
O teu irmão sabe inglês?

saber + GV
Sabes tocar guitarra?
alguém
(V +) GN
[Quem é?]
▪ (É) o Carlos.
[Como te chamas?]
▪ (Chamo-me) Filipa.


demonstrativo + GN
▪ Aquele é o Pedro.
▪ Esta é a Teresa.


alguma coisa
(é +) GN
[O que é isto?]
▪ (É) um livro.

demonstrativo + é + GN
▪ Este é o livro de português.
▪ Aquele é o elétrico 28.
localização
em + lugar
[Onde é que vives?]
▪ (Vivo) no Porto.

ali/ aqui/ aí
[Onde é que está o livro?]
▪ Está ali / aí.

localização relativa
adv. / prep. / loc. prep.
[Onde é que está o meu livro?]
▪ Está debaixo do caderno/em cima da mesa/entre os cadernos.


à direita/ esquerda de
[Onde fica o jardim?]
▪ À esquerda da escola.

ao lado/ ao pé/ perto de
[Onde é a estação?]
▪ (É) ao lado do jardim.
[Onde é que fica o museu?]
▪ (Fica) perto do hospital / ao pé do jardim.

à frente/ atrás de
[Onde é que está o António?]
▪ (Está) atrás da Joana.

dentro/fora de
▪ O Miguel está dentro/fora de casa.

origem
de + lugar
[De onde és?]
▪ (Sou) de Portugal.

deslocação/direção
de/para + lugar
[De onde vens?]
▪ (Venho) do meu escritório.
[Para onde vais?]
▪ (Vou) para a escola.


por aqui/ali
[Por onde vamos?]
▪ Por ali.

por + lugar
[Por onde vamos?]
▪ Por esta rua.

distância
perto/longe
A farmácia fica perto.
situar no tempo
prep. + GN
[Quando é que fazes anos?]
▪ Em janeiro./A 15 de janeiro.
[Quando é que voltas para o teu país?]
▪ No verão.
[Quando é que sais?]
▪ Às cinco./À tarde.


(prep. +) quantif. numerais cardinais
[Que horas são?]
▪ Nove.
[A que horas é que te levantas?]
▪ Às oito.


adv.
hoje/agora/amanhã
[Quando é que tens aula de português?]
▪ Hoje./Amanhã.

antes...depois
▪ Vou ao cinema e depois vou a casa da Ana.

começar/acabar a + GN
A aula acaba às dez horas.
quantif. numerais cardinais
[Quantos anos tens?]
▪ Tenho 15 anos.
[Quantos chocolates tem essa caixa?]
▪ Tem 10.

quantif. numerais ordinais
[O jogo correu bem?]
▪ Sim, ficámos em 1º lugar.

mais/menos + GN
▪ Comprei mais pão.

mais ou menos
▪ Tenho mais ou menos dez casacos.

expressões quantitativas
garrafa/copo
▪ Comprei uma garrafa de água.

gente
▪ Está muita gente na fila.
...
causa
porque
[Porque é que estudas português?]
▪ Porque trabalho em Portugal.

porquê
[Hoje não vou à aula.]
▪ Porquê?

consequência
▪ Estou doente, então não vou à aula.
adv. afirm./neg.
[Conheces Lisboa?]
▪ Sim./Não.


V
[O teu irmão sabe inglês?]
▪ Sabe.


saber + inf.
▪ Sei falar português.
[O teu irmão está em casa?]
▪ Não sei.
or. interrog.
▪ O teu número de telefone é XXX/ este?

or. interrog. negativa
▪ Não vais ao cinema?
sim + enun. afirm. anterior
[Aquele é o João, não é?]
▪ Sim, é.
▪ Sim, aquele é o João.

não + enun. neg. anterior
[Aquele é o Raul, não é?]
▪ Não, não é.
▪ Não, aquele não é o Raul.
adv. neg. + enunc. anterior
[A Catarina tem 18 anos.]
Não, não tem 18 anos. Tem 19.

adv. afirm. + enunc. anterior
[A Catarina não gosta de gelados.]
▪ Sim, gosta de gelados.
com omissão do V
▪ Mais alto, por favor.
pedir um favor
Posso pedir-te um favor?
interj.
▪ Socorro!
▪ Ajuda!


ajudar
▪ Ajudas-me?
▪ Podes ajudar-me, por favor?
com omissão de V
▪ Um café, por favor.
com omissão de V
Silêncio!
acedendo a realizar o pedido
Sim.
▪ Aqui tem.


recusando-se a cumprir o pedido
Não.
...
...
...
...
...
...
...
querer + GN/inf.
Queres um café?
▪ Queres ir ao cinema hoje?

ir (a) + GN/inf.
▪ Vamos à praia?
▪ Vamos tomar um café?
querer ajuda
▪ Queres ajuda?
aceitando a oferta/convite
Sim, obrigado.
▪ Sim, quero.


recusando a oferta/convite
Não, obrigado.
...
ir (a) + GN/inf.
Vamos ao cinema hoje?
▪ Vamos tomar café?

querer + inf.
▪ Queres ir ao cinema hoje?
aceitando
▪ Obrigado.
▪ Sim.

recusando
▪ Não, obrigado.
ter de + inf.
▪ Tens de beber mais água.
achar que (+ pres. ind.)
▪ O que é que achas?
com omissão do verbo
Cuidado!
▪ Devagar!
...
agradecendo o conselho
▪ Obrigado.
or. declarativa (afirm./neg.)
O filme não é bom.
▪ O português é fácil.

achar que + or. declarativa (afirm./neg.)
▪ Acho que o português é fácil.
or. interrog. total
O bolo é muito doce?
▪ Este restaurante é bom?

achar que + or. interrog.
▪ Achas que o português é fácil?

or. declarativa + e tu?
▪ Acho que o português é fácil. E tu?
ser/estar (+ muito/pouco) + adj. (bom/mau/bonito/feio...)
O bolo está (muito) bom!
▪ O filme é mau.
▪ A Cristina está bonita.

achar que + or. declarativa (afirm./neg.)
▪ Acho que o espetáculo é bonito!
▪ Acho que a comida está boa.
▪ Acho que o filme não é bom.

estar bem/mal (afirm./neg.)
▪ O teu cabelo está muito bem.

boa ideia
▪ Boa ideia!
Muito bem/bom!

estar (tudo) bem/ mal
▪ Está bem/mal!

GN + estar bem/mal (afirm./neg.)
▪ O trabalho não está mal.
▪ O teu texto está bem.

ser + bom/mau
▪ Este livro é bom.

(não) achar bem/ mal
▪ Não acho bem.

or. declarativa (com predicativo)
▪ A cidade é feia.

boa ideia
▪ Boa ideia!
Muito bem!
▪ Boa ideia!
▪ Parabéns!

or. declarativa
▪ Lisboa é bonita.
▪ Tens uma saia bonita.
or. declarativa
Estás atrasado.

fazer mal
▪ Fazes mal!

or. interrog.
▪ O quê?
Não faz mal.
▪ Tudo bem.
estar bem/mal/bom/mau
Está bem?

or. interrog. total
O bolo é bom?
▪ O trabalho está bem?

achar que
▪ Achas que o filme é interessante?

or. declarativa + e tu?
▪ Acho que livro é bom. E tu?
sim + repetição de opinião/valoração afirm.
[O português é fácil.]
▪ Sim, o português é fácil.


sim + V
[O português é fácil.]
▪ Sim, é.

não + repetição de opinião/valoração negativa
[Este livro não é caro.]
▪ Não, o livro não é caro.

não, não + V
[Este livro não é caro.]
▪ Não, não é.

repetição de V
[Acho que o Ricardo está mais gordo.]
▪ Está, está!

pois + V
[Acho que o fado é uma música triste.]
▪ Pois é.
[Acho que o cabelo da Joana está muito bonito.]
▪ Pois está.

pois não
[O teste não foi difícil.]
▪ Pois não.

eu também
[Acho que o português é fácil.]
▪ Eu também.

também achar
[Acho que é importante fazer desporto.]
▪ (Eu) também acho.
não + neg. de opinião/valoração prévia afirm.
[O português é fácil.]
▪ Não, não é fácil.


sim (sim) + afirm. relativa a opinião/valoração prévia neg.
[Este parque não é muito interessante.]
▪ Sim, sim, é interessante.

não + opinião contrária
[Este livro é barato.]
▪ Não, não é (barato).
[O teste foi difícil.]
▪ Não, não foi.
...
...
...
conhecer + GN
Conheço Lisboa.

conhecer + (muito) bem
▪ Conheço muito bem a Daniela.

saber + GN
Sei os números em inglês.

saber + inf.
▪ Sei falar português.
não conhecer + GN
Não conheço Lisboa.

não conhecer (muito) bem
▪ Não conheço muito bem a Camila.

não saber + GN
▪ Não sei estes verbos.


não saber + inf.
Não sei falar português.

não saber (muito) bem
▪ Não sei muito bem inglês.
(não) conhecer
Conheces Lisboa?

(não) conhecer (muito) bem
▪ Conheces bem Lisboa?
▪ Não conheces bem Lisboa?

(não) saber
Não sabes tocar guitarra?

(não) saber (muito) bem
▪ Não sabes bem os verbos?
lembrar-se de + GN
Sim, lembro-me do Pedro.
não se lembrar de + GN
Não me lembro deste lugar.
lembrar-se / não se lembrar de
▪ Não te lembras de mim?
...
saber + inf.
Sei falar português.

saber + quantif./adv.
▪ Sei um pouco de inglês.
▪ Sei cozinhar muito bem.

conseguir
▪ Consigo dizer esta palavra.
não saber + inf.
Não sei cantar.

não saber + inf. + adv.
▪ Não sei andar bem de bicicleta.

não conseguir
▪ Não consigo falar português.
(não) saber + GN
O teu irmão sabe inglês?

(não) saber + GV
Não sabes tocar guitarra?

(não) saber + adv. + GN
▪ Sabes bem inglês?

(não) saber + adv. + inf.
▪ Não sabes cozinhar bem?

(não) conseguir
▪ Não consegues abrir a lata?
ter de/que + inf.
Tenho de fazer o trabalho.
não ter de/que + inf.
Hoje não tenho de estudar.
ter de/que + inf.
Tenho de pagar?
(não) poder + inf.
Podes abrir a janela.
▪ Não podes sair.

não + inf.
▪ Não tocar.
(não) poder + inf.
▪ Posso abrir a janela?
dando permissão
Sim, claro.

poder + inf.
▪ Podem sair.

negando permissão
Desculpa, não.
questionando
(mas) porquê
▪ (Mas) Porquê?
(não) querer (muito) + GN/inf.
▪ Quero (muito) um gelado!
▪ (Não) Queremos ir ao cinema.


(não) ter vontade de + inf.
▪ (Não) Tenho vontade de comer.
querer
▪ Quer um café?
▪ Queres ir ao parque?
▪ O que queres fazer (no sábado)?
▪ Que filme querem ver?


ter vontade de
▪ (Não) Tens vontade de sair?
ref. temporal futura + pres. ind.
▪ Amanhã não trabalho.

ir + inf.
▪ (No sábado) Vou ver essa exposição.
referência temporal futura + pres. ind.
▪ (Não) Falas com a Cristina amanhã?

ir + inf.
▪ Vais telefonar à Rute (esta tarde)?
▪ O que vais fazer à noite?
(não) gostar (muito) de + GN/inf.
▪ (Não) Gostamos de sair à noite.

adorar + GN/inf.
▪ Adoro filmes europeus.
▪ Adoro viajar.


detestar + GN/inf.
▪ Detesto queijo!
▪ Detesto andar de avião.
gostar de + GN/inf.
▪ Gostas de vinho verde?
▪ Gostam de ir ao teatro?
▪ O que (é que) gostam de fazer ao sábado?


o que + adorar/detestar + inf.
▪ O que (é que) adoras/detestas fazer nas férias?
gostar mais de + GN/inf.
▪ Gosto mais deste livro.
▪ Gosto mais de beber cerveja.


preferir + GN/inf.
▪ Prefiro esta.
▪ Preferimos estudar de manhã.
gostar mais de + GN/inf.
▪ Gostas mais desse vinho?
▪ Gosta mais de trabalhar em Lisboa?


preferir + GN/inf.
▪ Preferes este livro?
▪ Preferem ficar em casa?


(o que + preferir +) coord. de GN
▪ (O que preferes?) Água ou chá?
estar/ sentir-se bem
▪ Sinto-me bem!

estar/ sentir-se (+ adv.) alegre / contente/ feliz
Estou muito contente!
▪ Sinto-me feliz!

estar (+ adv.) contente com + GN
▪ Estou muito contente com o meu trabalho.
...
estar/ sentir-se bem
▪ Sinto-me bem!
...
interj.
Uau!
▪ Ah!
...
ajudar
▪ Eu ajudo-te.

interj.
▪ Oh não!
interj.
▪ Ah/Ai sim?
...
estar/ sentir-se (+ adv.) triste
▪ Estou muito triste!
▪ Sinto-me triste!

estar (+ adv.) triste/chateado com + GN
▪ Estou muito triste com o Duarte.
▪ Estou muito chateado com a Laura.
não gostar de + GN/inf.
▪ Não gosto do João.
▪ Não gosto de acordar cedo.
ter medo de + GN
Tenho medo de cobras.

estar com (+ quantif.) medo de + GN
▪ Estou com muito medo do cão.

interj.
▪ Ai!
▪ Ui!

interj.
▪ Socorro!
▪ Ajuda!
interj.
▪ Oh!
estar zangado
Estou zangado!

o quê
▪ O quê?!
estar nervoso
Estou nervoso!
interj.
Ah!
▪ Ih!
▪ Está bem, (pronto)...
...
desculpa
▪ Desculpa!
...
estar/sentir-se (+ adv.) bem/mal
▪ Hoje não me sinto muito bem.

estar (+ adv.) cansado
Estou muito cansado.

estar doente
▪ Estou doente.

ter/ estar com (+ adv.) + sensação física (fome/ sede/ sono/ calor/ frio)
▪ Tenho fome.
▪ Tenho muito frio.
▪ Estou com muita sede!

interj.
▪ Ai!
▪ Ui!
estar
▪ Como estás?

estar bem
▪ Estás bem?

ter/ estar com (+ adv.) + sensação física (fome/ sede/ sono/ calor/ frio)
▪ Tens sono?
▪ Têm muita fome?
▪ Estás com calor?
interj.
▪ Força!
▪ Já está!
primeiro + ideia de futuro (primeiro assunto)
▪ Vou falar primeiro da minha cidade.
▪ Primeiro, falo das férias.


uma coisa
▪ Uma coisa, o exame vai ser amanhã.
[interrog.]
▪ Sabes uma coisa?
agora + ideia de futuro
▪ Agora vou falar das tradições do meu país.

ir + falar sobre
▪ Vamos falar sobre cinema.
interrog.
[ir + falar de]
▪ Vamos falar dos exames?
mais uma coisa
▪ Mais uma coisa sobre os horários...
isto/isso lembra-me
▪ Isso lembra-me...
...
pausa (entoação de enumeração), seguida ou não de 'e'
▪ Na minha rua há um supermercado, um café, uma padaria, (e) um talho.

e
▪ No supermercado, compro leite e pão e fruta...
um exemplo
▪ Um exemplo: «nadar» é um verbo.
▪ Gosto de muitos desportos diferentes. Futebol é um exemplo.
...
...
não
▪ Chego às 16h. Não, às 16:30h.
...
...
...
...
...
poder falar
Posso falar?

poder dizer uma coisa
▪ Posso dizer(-te) uma coisa?
dar a palavra
(agora) poder falar/dizer
▪ Podes falar.
▪ Agora podes falar.

recusar a palavra
(agora) não poder falar
▪ Agora não podes falar.

agora não
▪ Agora não.
...
desculpar
Desculpa…

esperar (lá/aí)
▪ Espera aí…
com delicadeza
com omissão do V
Silêncio, por favor.

não poder falar
▪ Desculpa, mas não podes falar agora.

com menos delicadeza
com omissão do V
▪ Pouco barulho!
▪ Calados!

onomatopeias
▪ Shiuu!
▪ Psst!
bom/bem + (então) + exp. de despedida
Bom, então adeus.
▪ Bem, até amanhã.

então + exp. de despedida
▪ Então, até logo.
mais alto/baixo
▪ Mais alto, se faz favor.

poder (pres. ind.) falar mais alto/ baixo
▪ Podes falar mais baixo, se faz favor?
▪ Podes falar mais alto?

falar muito alto/ baixo
▪ Joana, estás a falar muito baixo.
mais devagar
▪ Mais devagar, por favor.

poder (pres. ind.) falar mais devagar
▪ Pode falar mais devagar, se faz favor?

falar muito depressa
▪ Desculpa, mas estás a falar muito depressa.
perceber
Percebes?

sobre uma palavra ou expressão
conhecer/saber
Conheces esta palavra?
(não) perceber
Sim, percebo.
▪ Não, não percebo.
▪ Sim, estou a entender.

desculpar (com entoação enfática)
▪ Desculpa?/ ▪ Desculpe?
or. interrog.
O teu número é este?
poder + repetir / dizer outra vez
Podes repetir?
▪ Podes dizer outra vez?


mais uma vez
▪ Mais uma vez, por favor.

desculpar (com entoação enfática)
▪ Desculpe?

pedido de repetição parcial
desculpar + pron. interrog.
▪ Desculpe, quando?
▪ Desculpa, quem?
repetição do enunc.
[Podes repetir?]
▪ Sim, tenho 18 anos.
não perceber (bem)
▪ Desculpe, não percebo bem.
...
...
...
...
desculpar + palavra/exp.
▪ Desculpe, "cabelo"??

não saber (dizer)
Não sei dizer em português.
▪ Não sei essa palavra.

sobre forma oral/escrita

dizer as letras / soletrar / escrever
Podes soletrar?

sobre significado
ser/significar
▪ O que significa "bicicleta"?
▪ O que é "tirar"?
sobre forma oral/escrita
indicando os sons/letras
c-h-a-v-e

ser com + som/letra
▪ Casa é com <c>.

sobre significado
ser/significar + tradução
▪ "Bicicleta" significa "bicycle".
▪ "Cantar" é "chanter" em francês.

ser + definição básica
▪ Um "bitoque" é uma comida portuguesa.

género
masculino em -o, feminino em -a
▪ aluno, aluno; primo, prima

nomes terminados em consoante
▪ professor, professora

género marcado por palavras diferentes
▪ homem, mulher; pai, mãe; rapaz, rapariga

número
plural com adição de -s
▪ aluno, alunos

nomes terminados em consoante
▪ país, países; rapaz, rapazes
▪ jornal, jornais; azul, azuis
género
masculino em -o, feminino em -a
▪ o rapaz alto, a rapariga alta

número
plural com adição de -s
▪ o rapaz alto, os rapazes altos

grau
superlativo absoluto (muito) ▪ muito alto
presente do indicativo

forma
verbos regulares [ -ar, -er -ir ]
falar (falo, falas, fala, falamos, falam )
comer (como, comes, come, comemos, comem )
abrir (abro, abres, abre, abrimos, abrem )

alternância vocálica na 1.ª pessoa de alguns verbos
vestir (visto), preferir (prefiro), conseguir (consigo),
▪ sentir (sinto), dormir (durmo, dormimos), subir (subo, subimos)

verbos irregulares [ -ar, -er -ir ]
ser, estar, ter, haver, ir, vir, querer, ver, sair, fazer, pedir, trazer, dizer, dar, saber, pôr...

uso/valor
estado ou facto atual (presente momentâneo)
▪ (Agora) Está sol!


ação habitual (presente habitual/frequentativo)
Ela lê o jornal todos os dias. / Não como carne.

futuro próximo
Hoje janto com a Francisca em casa dela. / Amanhã vamos para o Algarve.

imperativo (afirmativo)

formas frequentes de interação social
▪ entra/entre; senta-te/sente-se; abre/abra; vê/veja; ouve/ouça; lê/leia; diz/diga; faz/faça; espera/espere

infinitivo impessoal

forma
invariável
▪ cantar, bater, abrir

uso/valor
em complexos verbais
▪ Hoje vou trabalhar mais cedo.

em orações subordinadas
▪ [Falar português] é fácil.
▪ O Pedro quer [visitar Lisboa].
estar (pres. ind.) a + inf. (presente momentâneo)
▪ (Neste momento/Agora) Eles estão a estudar na biblioteca.

costumar (pres. ind.) + inf. (presente frequentativo)
▪ Ela costuma almoçar na cantina.

ir + inf . (futuro próximo)
▪ Amanhã/Na próxima semana vou visitar o Mosteiro dos Jerónimos.

começar a + inf.
início de ação
▪ Começo a trabalhar às 14h.

acabar de + inf.
fim da ação
▪ Todos os dias, acabo de jantar e vejo televisão.

poder + inf.
(permissão)
▪ Podes entrar.

dever + inf. (obrigação/necessidade)
▪ Deves fechar sempre a porta.

ter de + inf. (obrigação/necessidade)
▪ Tenho de carregar o passe.
superlativo absoluto (muito)
▪ muito longe
pronomes sujeito
forma

variação em pessoa, número e género
eu, tu/você, ele, ela; nós, vocês, eles, elas

uso / valor
referência às pessoas do discurso
eu, tu, eu e tu, nós

ausência do pronome
Vivo em Lisboa.
▪ Há muitos carros na cidade.
▪ Está a chover.
forma
variação em género e número
▪ este, esta, estes, estas
▪ esse, essa, esses, essas
▪ aquele, aquela, aqueles, aquelas


invariáveis
▪ isto, isso, aquilo

uso / valor
uso deítico espacial
▪ Este é o carro do João. / Aquele é o meu carro.
forma
variação em pessoa, género e número
- um / vários possuidores
▪ meu, minha, meus, minhas; nosso, nossa, nossos, nossas
▪ teu, tua, teus, tuas; vosso, vossa, vossos, vossas
▪ seu, sua, seus, suas

uso / valor
valor de posse - uso deítico
▪ Este livro é teu?
...
forma
variação em género e/ou número
▪ qual, quais
▪ quanto, quanta, quantos, quantas

invariáveis
▪ que, o que, quem
▪ [advérbios interrogativos] onde, como, quando, porque/porquê

uso / valor
- quem
pergunta sobre pessoas
▪ Quem é que faz anos?


- o que
pergunta sobre coisas ou ações
▪ O que é isto?
▪ O que estás a fazer?

- qual, quais
pergunta sobre pessoas ou coisas (tipicamente seguido de ser )
▪ Qual é o teu carro?

- quanto, quanta, quantos, quantas
pergunta sobre número ou quantidade
▪ Quanto custa?

- onde / quando / como / porque, porquê
pergunta sobre lugar, tempo, modo, causa
▪ Onde moras?
▪ Como vais para a escola?
...
artigo definido

forma
variação em género e número
▪ o, os, a, as

uso/valor
individualização/determinação do ser designado pelo nome
▪ o carro

- com nomes próprios (primeiro nome)
▪ o Joaquim
- com a maioria dos nomes de países , regiões e cidades/localidades
▪ a Alemanha/a Bavária
▪ o Porto/a Guarda

- antes de determinante possessivo
▪ o meu irmão

concordância
em género e número com o nome
▪ o livro/os livros
▪ a revista/as revistas


artigo indefinido

forma
variação em género e número
▪ um, uns, uma, umas

uso/valor
apresentação do ser ou objeto designado pelo nome, ainda não conhecido do ouvinte, em termos de espécie ou de forma vaga, sem o individualizar
▪ um carro

concordância
em género e número com o nome
▪ um livro/uns livros
▪ uma revista/umas revistas
forma
variação em género e número
▪ este, esta, estes, estas
▪ esse, essa, esses, essas
▪ aquele, aquela, aqueles, aquelas

uso / valor
uso deítico espacial
▪ Os meus livros são aqueles.

concordância
em género e número com o nome
▪ este livro, esta caneta, estes livros, estas canetas
forma
variação em pessoa, género e número
- um / vários possuidor(es)
▪ meu, minha, meus, minhas; nosso, nossa, nossos, nossas
▪ teu, tua, teus, tuas; vosso, vossa, vossos, vossas
▪ seu, sua, seus, suas

uso / valor
valor de posse - uso deítico
▪ Este é o teu livro?

concordância
em género e número com o nome
▪ o meu lápis, a minha mochila, os meus livros, as minhas canetas
...
forma
invariável
▪ que

uso / valor
-
que
pergunta sobre coisas ou ações
▪ Que livros gostas de ler
...
...
...
forma
cardinais
▪ dois, seis, dez, quinhentos, dois mil

uso / valor
expressão de número ou quantidade
▪ A minha casa tem dois quartos.
forma
variação em género e número
▪ quanto, quanta, quantos, quantas

uso / valor
pergunta sobre número ou quantidade
▪ Quantos irmãos tens?
...
para exprimir movimento
- no espaço
▪ a, até, de, desde, em, para, por, à frente de, atrás de
▪ Vou [a/para] Lisboa. Vou [no] comboio das 10h.
▪ O carro dela vai [à frente do]/[atrás do] táxi.


- no tempo
a, até, de, desde, por
▪ Trabalho [das] 9h [(até) às] 18h.
▪ Moro em Cascais [desde] março.


- na noção
de, para
▪ Vamos falar [de] viagens.
▪ Estavam ali [para] aprender português.


para exprimir situação
- no espaço
▪ a, em, entre, por, ao lado de, ao pé de, à direita/esquerda de, à frente de, atrás de, em cima de, debaixo de, dentro de, fora de, perto de, longe de
▪ A revista está [em cima da]/[na] mesa.
▪ A loiça está [dentro do]/[fora do] armário.


- no tempo
▪ a, em, antes de (+ GN), depois de (+GN)
▪ Vou ao ginásio [antes da]/[depois da] aula.
▪ Ele vem de Londres [em] 2018.


- na noção
▪ com, sem
▪ Bebes café [com] ou [sem] açúcar?
para ligar dois elementos semelhantes da mesma oração ou duas orações, com diferentes valores
▪ e, ou, mas
[adversativa] Falo português, mas sou italiano.
para introduzir orações subordinadas substantivas
▪ que
▪ Acho que este livro é teu.

para introduzir orações subordinadas adverbiais, com diferentes valores
▪ porque, para, quando
[causal] Gosto de Lisboa, porque é uma cidade bonita.
>
grupo nominal (GN)
- núcleo: nome ou pronome
A [Rute]/[Ela] é simpática.
O meu [primo] fala muitas [línguas].


grupo verbal (GV)
- núcleo: verbo
▪ [Chove].
▪ A Francisca [estuda] francês.

▪ Ele [apanha] o autocarro todos os dias.
sujeito

sujeito simples
▪ [O Pedro/Ele] tem dois irmãos.

sujeito composto
▪ [O professor e os alunos] vão visitar esse museu.

sujeito nulo
- com referente específico retomado através da flexão verbal (subentendido):
contexto finito
▪ [-] Vais ao jantar?
contexto não finito
▪ [-] Quero beber um sumo.

- sem interpretação/referente (expletivo):
▪ [-] Há um cinema nesta rua.


predicado nominal
▪ Ela [é professora de inglês (nesta escola)].
▪ O Pedro [está doente].

predicado verbal

▪ Eles [viajam muito].
▪ Ela [lê o jornal todos os dias].
▪ [Telefonas ao Raul?]

modificador
- de constituinte verbal/predicado
GAdv/GP
▪ O Gonçalo chega [hoje à noite].

vocativo

identificação do interlocutor (invocando, chamando ou nomeando pessoa ou coisa personificada)
em frases declarativas e interrogativas
▪ [Joana], este é o meu amigo Simão.
▪ [Mário], tens um lenço?
complemento direto
nominal (det. + nome)
▪ Elas tomam [o pequeno-almoço] às 7h.
▪ O Ricardo vê [um filme] todas as semanas.

oracional
- com verbos como 'achar'/'pensar'
▪ Ela acha [que o curso é muito longo].

complemento indireto
GP (prep + det + nome)
▪ A Eva telefona [aos pais] todas as semanas.

complemento oblíquo
GP
▪ Moro [em Lisboa].
▪ Gosto [de vinho verde].
▪ Vamos [a Sintra]?

GAdv
▪ Moro [aqui].

predicativo do sujeito
GN
▪ Ela é [professora de inglês].
GAdj.
▪ Os novos colegas são [muito simpáticos].
GP
▪ A Teodora está [em casa].
GAdv.
▪ O concerto é [amanhã].

predicativo do complemento direto
com 'chamar' (GN) e 'achar' (GAdj.)
▪ Ela chama-se [Teresa].
▪ Ele acha a professora [simpática].


modificador
GP/GAdv
▪ O Gonçalo chega [às 18h]./Ele fala [depressa].
oração
subordinada adverbial (temporal/causal/final)
▪ O Pedro sai de casa [quando eu chego].
▪ Não vou ao jantar [porque estou cansado].
▪ Elas estão cá [para estudar].
complemento do nome
- relação de parentesco e amizade, ou outra equivalente a um genitivo (GP)
▪ A mãe [da Joana] chama-se Flor.
- relação parte-todo (GP)
▪ A perna [da mesa] está partida.
- relação de possuidor ou agente e tema (GP)
▪ O livro [do Carlos] é novo.
▪ O nome [do rapaz] é Pedro.

- relação de fonte/origem
▪ Os alunos [deste curso] vão fazer exame amanhã.

- relação de matéria
▪ O copo [de vidro] está aqui.


modificador de nome
restritivo

GAdj.
▪ Bebo sempre água [fresca].
GP
▪ Esse livro [de inglês] não é meu.
ordem direta (SV)
- predomina nas orações declarativas/enunciativas (afirmativas ou negativas)
▪ O João/Ele tem dois filhos.
▪ O carro/Isto não é cinzento.

- opcional em frases interrogativas com pronome interrogativo e 'é que'
▪ Como é que ela se chama?
▪ Onde é que o Alfredo mora?



ordem inversa (VS)
- com frases interrogativas com pronome interrogativo
▪ Como se chama ela?
▪ Onde mora o Alfredo?

- em respostas em que o sujeito não é tópico
▪ Quem é o Pedro?
Sou eu.
entre sujeito e verbo (sujeito simples e composto pré-verbal )
▪ Ele lê o livro.
▪ A Ana e o Pedro vivem em Lisboa.

entre sujeito e predicativo do sujeito nominal ou adjetival (sujeito simples e composto pré-verbal)
▪ Estes rapazes são altos.
▪ O Tiago e o Rui são irmãos.

entre o verbo e o predicativo do sujeito (com o verbo ser)
- em interrogativas
▪ Quem são os teus amigos?

- com sujeito nulo expletivo
▪ São dez horas.
uso / valor
- expressa uma asserção
polaridade positiva
▪ A Rita lê o livro.

polaridade negativa
▪ Não sei cantar.

-
apresenta uma entoação ascendente no início da frase e descendente no seu final

- na escrita, a frase declarativa termina tipicamente com ponto final

ordem
(vd. ordem dos constituintes)
básica, não marcada: GN + GV
Estudo português.
O Pedro é médico.
interrogativa direta (total / parcial)
- expressa um pedido direto
de informação
▪ Como te chamas?

de ação
▪ Podes fechar a janela?

- apresenta uma entoação ascendente

- na escrita, termina com um ponto de interrogação (?)

interrogativa total

- ausência de um elemento interrogativo
- ordem igual à da frase declarativa
- resposta sim / não
▪ Falas português?
▪ Vives em Lisboa?

interrogativa parcial
- introduzida por um elemento interrogativo
(vd. pronomes, determinantes, quantificadores e advérbios interrogativos)
▪ Qual é o teu nome?
▪ Quantos anos tens?

▪ Onde moras?

- apresenta alteração da ordem básica da frase
obrigatória sem é que
▪ *O que a Maria estuda?
▪ O que estuda a Maria?


opcional com é que
▪ Onde é que trabalha o João?
▪ Onde é que o João trabalha?
exclamativa (total / parcial)
- expressa uma avaliação do falante em relação a um contexto
- apresenta uma entoação de intensidade prolongada
- na escrita, termina com ponto de exclamação (!)

exclamativa total
- sem alteração da ordem básica, distingue-se pela entoação exclamativa
▪ Lisboa é uma cidade linda!

exclamativa parcial
com palavras simples, por vezes como interjeições
▪ Cuidado!
▪ Lindo!
▪ Devagar!
...
frase ativa
- o sujeito é agente da ação expressa pelo verbo
▪ O professor lê um livro às crianças.
afirmativa
- não apresenta marcador de negação
▪ O João tem 16 anos.

- em respostas a perguntas, apresenta marcador de afirmação
▪ A - Falas português? B - [Sim], falo.

negativa
- marcada pelo advérbio de negação não
▪ O Rui não vive em Lisboa.
▪ A- Falas português? B - [Não], não falo.
coordenada copulativa
e
▪ De manhã, leio o jornal e tomo o pequeno-almoço.

coordenada disjuntiva
ou
▪ Vamos ao cinema ou ficamos em casa?

coordenada adversativa
mas
▪ Vivo em Portugal, mas sou italiano.

coordenada conclusiva
então
▪ Estou doente, então não vou à aula.
subordinada substantiva completiva
flexionada
iniciada por que
com função de complemento
- com verbos epistémicos (achar)
▪ Acho que este livro é teu.

de infinitivo (impessoal)
com função de sujeito
ser
▪ Falar português é fácil.

com função de complemento
- com verbos optativos e volitivos (querer)
▪ Quero visitar Lisboa.

- com verbos epistémicos (saber)
▪ Sei falar português.

- com verbos modais (pode, dever)
▪ Podes abrir a porta. subordinada adverbial
causal
porque (+ indicativo)
▪ Gosto de Portugal, porque é um país bonito.

final
para (+ infinitivo)
▪ Estudo português para trabalhar em Portugal.

temporal
quando (+ indicativo)
▪ Quando estou de férias, gosto de viajar.

▪ ser
▪ haver
▪ ter
▪ viver
▪ haver
▪ estar
▪ com, sem
▪ haver
▪ ter
▪ haver
▪ ser
▪ lugar
▪ ficar, ser, estar
▪ onde
▪ no/a(o) norte, sul, este, oeste
▪ em, por, a, entre
▪ aqui, aí, ali
▪ dentro, fora
▪ em
▪ em cima de, debaixo de
▪ atrás de, à frente de
▪ ao lado de
▪ entre
▪ isto, isso, aquilo, este(a), esse(a), aquele(a)
▪ a(o)/para norte, sul, este, oeste
▪ dentro/fora de
▪ perto/longe de, ao pé de
▪ à direita/esquerda de
▪ perto, longe
▪ entre X e X
▪ ir, vir
▪ parar, começar
▪ sentar-se, levantar-se, deitar-se
▪ chegar, entrar, sair
▪ andar
▪ viajar
▪ ficar
▪ de
▪ de cima/baixo
▪ da esquerda/direita
▪ de norte/sul/este/oeste
▪ daqui/aí/ali
▪ da frente / trás
▪ de onde, por onde
▪ (sempre) a direito / em frente
▪ à esquerda/direita
▪ ir, vir
▪ de
▪ de cima/baixo
▪ da esquerda/direita
▪ de norte/sul/este/oeste
▪ daqui, daí, dali
▪ da frente, de trás
▪ de onde
▪ ser de
▪ ser + nacionalidade
▪ antes, depois
▪ à frente, atrás
▪ número
▪ grande, pequeno(a)
▪ alto(a), baixo(a)
▪ largo(a), comprido(a)
▪ metro (m), quilómetro (km)
▪ comprido(a), curto(a)
...
▪ grama (g), quilo(grama) (kg)
▪ gordo(a), magro(a)
▪ litro (l)
▪ grande, pequeno(a)
▪ quente, frio(a)
▪ (fazer) calor/frio
▪ ser
▪ ser X (1-12) horas
▪ da manhã/tarde/noite
▪ ser meio-dia
▪ ser meia-noite
▪ ser X (1-11 hora(s)) e X (1-59 minuto(s))
▪ segundo, minuto (m), hora (h), dia, semana, mês, ano
▪ horário
▪ nomes das partes do dia:
— manhã
— tarde
— noite

▪ nomes dos dias da semana:
— segunda(-feira)
— terça(-feira)
— quarta(-feira)
— quinta(-feira)
— sexta(-feira)
— sábado
— domingo

▪ fim de semana
▪ nomes dos meses:
— janeiro
— fevereiro
— março
— abril
— maio
— junho
— julho
— agosto
— setembro
— outubro
— novembro
— dezembro

▪ nomes das estações do ano:
— primavera
— verão
— outono
— inverno
▪ ser
▪ à 1h, às 10h, ao meio-dia, à meia-noite
▪ das 7h ao meio-dia
▪ de manhã, à tarde, à noite
▪ esta manhã/tarde/noite
▪ de dia/noite
▪ hoje, amanhã
▪ agora
▪ nunca, sempre, às vezes
▪ quando
▪ cedo, tarde
▪ na segunda(-feira), no sábado
▪ à terça(-feira), ao domingo
▪ aos sábados, às quartas
▪ de segunda a sexta
▪ na próxima semana, no próximo mês/ano
▪ no dia 10
▪ em março/julho
▪ em 1990
▪ presente do indicativo
▪ estar (pres. ind.) a + infinitivo
▪ costumar (pres. ind.) + infinitivo
▪ hoje
▪ agora
▪ este(a) manhã/semana/ mês/ano
...
▪ presente do indicativo
▪ ir (pres. ind.) + infinitivo
▪ amanhã
▪ na próxima semana, no próximo mês/ano
▪ presente do indicativo
▪ estar (pres. ind.) a + infinitivo
▪ muito/pouco tempo
▪ por, até, desde
▪ de… a/até
▪ (muito) cedo
▪ (muito) tarde
▪ antes de
▪ mais cedo
▪ depois de
▪ mais tarde
▪ antes, depois
...
▪ mais tarde/logo
▪ depois
▪ depressa, devagar
▪ costumar
▪ sempre, nunca, às vezes
▪ estar (pres. ind.) a + infinitivo
▪ por, desde
▪ não parar, seguir
▪ sempre
▪ às vezes
▪ não parar, seguir
▪ ficar
▪ estar (pres. ind.) a + infinitivo
▪ agora
▪ até agora/hoje
▪ às vezes
▪ uma vez
▪ princípio
▪ de, a
▪ começar
▪ ir
▪ até, a
▪ parar, acabar
▪ chegar
▪ mudar
▪ números cardinais:
— zero
— um a cem
— quinhentos
— mil
— milhão
▪ números ordinais:
— primeiro(a)
— segundo(a)
— terceiro(a)…
▪ singular/plural
▪ mais, menos
▪ mais ou menos
▪ muito, pouco
▪ todo(a)
▪ mais, menos
▪ mais ou menos
▪ quanto(s)
▪ um(a) copo/garrafa de
▪ preço
▪ gente
▪ superlativo absoluto analítico (Adjs. e Advs.)
▪ (não) muito
▪ mais, menos
▪ mais ou menos
▪ também
▪ ser
▪ como
▪ direito(a)
...
▪ cor
▪ vermelho/encarnado, amarelo, azul, verde, cor de laranja, castanho, cinzento, cor-de-rosa, roxo, preto, branco
▪ ser de
▪ ar, água
▪ plástico
▪ madeira, papel
▪ metal
▪ vidro
▪ pano
▪ duro(a), mole
▪ forte, fraco(a)
▪ bom(a)
▪ forte, fraco(a)
▪ doente
▪ pintar
▪ ter X anos
▪ mês, ano
▪ novo(a), velho(a)
▪ limpar
▪ lavar(-se)
▪ sujar(-se)
...
▪ entrada, saída
▪ entrar, sair
▪ duro(a), mole
▪ olhos
▪ óculos
▪ ver, olhar
▪ som
▪ (falar) alto/baixo
▪ ouvir
▪ ser bom
▪ saber bem/mal
▪ doce
▪ gostar
▪ cheirar bem/mal
▪ quanto
▪ custar, pagar
▪ barato(a), caro(a)
▪ bem/mal
▪ mais ou menos
▪ bom/boa, mau/má
▪ bonito(a), feio(a)
▪ estar (tudo) bem
▪ ser bom/boa / mau/má
▪ (não) estar bem/mal
▪ gostar
▪ querer
▪ estar bem/mal
▪ certo(a), errado(a)
...
▪ usar
▪ bom/boa, mau/má
▪ saber
▪ conseguir
▪ importante
▪ todos os dias
▪ sempre
▪ fácil, difícil
▪ esperar
▪ saber, pensar
▪ conhecer
▪ pergunta, resposta
▪ dizer, falar, perguntar, responder
▪ escrever
...
...
▪ agente como sujeito
A Teresa caminha.
▪ objeto como complemento direto
— A Cláudia come o chocolate.
▪ dativo como complemento indireto
— A Mónica dá a pasta ao Nuno.
▪ instrumento como sujeito
Esta chave abre o cofre.

▪ instrumento como complemento direto
— Tenho a chave para abrir a porta.
▪ beneficiário como sujeito
A Teresa recebe muitos livros.

▪ beneficiário como complemento indireto
— Vou oferecer uma viagem ao Pedro.
▪ modo como modificador do predicado
— Comes muito depressa.
...
...
▪ de, ser de
▪ com
▪ ter, dar
▪ pronomes possessivos
▪ determinantes possessivos
▪ e
▪ também (não)
▪ mas
▪ ou
▪ mas
▪ com
▪ sem
▪ também (não)
▪ porque, porquê, por
▪ então
▪ e (em frase coordenada)
▪ para
...
▪ frase coordenada
▪ então
▪ sobre
▪ nome(s) próprio(s)
▪ apelido(s)
▪ nome completo
▪ formas de tratamento:
— Sr. (senhor)
— Sra. (senhora)
— D. (dona)
— nome de parentesco

▪ ser, chamar-se
▪ apresentar-se
▪ assinar, assinatura
▪ bilhete de identidade
▪ cartão de cidadão
▪ passaporte
▪ carta de condução
▪ morada
▪ ruas, avenidas, praças
▪ nomes de localidades, cidades
▪ nomes de países
▪ casa, apartamento
▪ número da porta
▪ andar
▪ código postal
▪ viver, morar
▪ número de telefone, telemóvel, fax
▪ telefone (tel.)
▪ telemóvel (tlm., telem.)
▪ telefonar, chamar, ligar
▪ indicativo (de país/zona)
▪ endereço de email
▪ nome de utilizador
▪ enviar/mandar um(a) fax/email/mensagem/SMS

▪ nomes das letras do alfabeto
▪ números cardinais de 0 a 9
▪ arroba
˂ @ ˃ , ponto ˂ . ˃
▪ data de nascimento (dia, mês, ano)
▪ lugar de nascimento (cidade, país)
▪ nascer em
▪ nomes dos meses
▪ números cardinais
▪ idade
▪ criança, jovem, adulto(a), idoso(a)
▪ ter X anos
▪ sexo, género
▪ masculino, feminino
▪ homem, mulher
▪ rapaz, rapariga
▪ menino, menina
▪ senhor, senhora
▪ estado civil:
— solteiro(a)
— casado(a)
— unido(a) de facto
— separado(a)
— divorciado(a)
— viúvo(a)

▪ marido, mulher, companheiro(a), namorado(a)
▪ ser (de) ▪ nomes de países ▪ adjetivos pátrios: — português — inglês — mexicano — chinês ▪ nascer em ▪ ser estrangeiro(a)
▪ níveis de ensino:
— básico
— secundário
— universitário, superior

▪ estabelecimentos de ensino:
— escola (secundária)
— instituto
— universidade

▪ graus académicos:
— ensino secundário
— licenciatura

▪ estudar, aprender, tirar (curso, grau académico)
▪ nomes de disciplinas
▪ nomes de línguas
▪ falar, escrever, saber, conhecer
▪ estudante, professor
▪ (sala de) aula, biblioteca
▪ horário, exame
▪ profissão, trabalho
▪ local de trabalho
▪ ser (+ profissão)
▪ fazer, trabalhar em
▪ internet, computador, telefone, fax
▪ horário (de trabalho)
▪ família
▪ nomes de parentesco:
— pai, mãe
— irmã(o)
— filho(a)
— avô, avó
— primo(a)
— tio(a)
— neto(a)

▪ marido, mulher, companheiro(a), namorado(a)
▪ religião
▪ filiação religiosa:
— cristão
— judeu
— muçulmano
— hindu
— budista

▪ deus(es)
▪ ateu, agnóstico
▪ ser
...
▪ ser alto(a)/baixo(a)/magro(a)/gordo(a)/ moreno(a)/louro(a)/bonito(a)/feio(a)
▪ ser
▪ ter o cabelo castanho/louro/branco/ruivo
▪ ter olhos azuis/verdes/castanhos/grandes/pequenos
▪ simpático(a), antipático(a), interessante, alegre, agradável
▪ ser
▪ casa
▪ tipos de habitação:
— casa
— andar, apartamento

▪ divisões:
— quarto
— casa de banho
— sala de estar
— sala de jantar
— cozinha
— despensa
— garagem

▪ piso, janela, porta, parede
▪ jardim
▪ sanita, chuveiro, banheira, lavatório, torneira
▪ comprar, vender
▪ renda, arrendamento, arrendar
▪ morar, viver
▪ peças de mobília:
— cadeira
— mesa
— cama
— sofá

▪ têxteis para o lar:
— toalha
— pano

▪ utensílios domésticos:
— prato
— garfo
— faca
— colher
— copo
— chávena
— garrafa

▪ caixa, relógio
▪ aquecimento
▪ luz, eletricidade
▪ água
▪ gás
▪ telefone
▪ internet
▪ ligar, desligar
▪ lixo
▪ eletrodomésticos:
— fogão (a gás)/placa
— forno
— frigorífico, congelador
— televisão (TV)
— vídeo

▪ equipamentos:
— banheira
— chuveiro
— sanita
— lavatório
— telefone
— computador
— comando

▪ fechadura, chave
▪ ligar, desligar
▪ cidade, campo, lugar, país, capital
▪ geografia urbana:
— rua
— avenida
— parque
— praça
— jardim

▪ espaços e estruturas:
— café
— restaurante
— loja
— hospital
— universidade
— escola
— museu
— hotel
— paragem de autocarro
— estação de(o) comboios/autocarros/metro
— praça de táxis
▪ geografia física:
— floresta
— mar
— lago
— rio
— praia

▪ mapa
▪ norte, sul, este, oeste
▪ estrangeiro
▪ animal, peixe, pássaro
▪ nomes de animais (domésticos):
— cão
— gato
— piriquito

▪ planta, árvore, flor, fruto
▪ tempo
▪ primavera, verão, outono, inverno
▪ chover, nevar
▪ fazer/estar frio/calor/sol/vento
▪ fazer bom/mau tempo
▪ (em) casa
▪ levantar-se, lavar-se, vestir-se, despir-se, ir para a cama/deitar-se
▪ pequeno-almoço, almoço, lanche, jantar
▪ comer o pequeno-almoço, almoçar, lanchar, jantar
▪ sair de/chegar a casa
▪ ir para o(a) trabalho/escola
▪ ir às compras/ao ginásio/supermercado
▪ de manhã/à tarde/noite
▪ (na) escola
▪ chegar à/estar na/sair da escola
▪ sala de aula, recreio
▪ horário, aula
▪ caderno, livro, lápis, caneta, papel, quadro
▪ disciplina
▪ colega, professor(a)
▪ turma
▪ 1.º/2.º/3.º período
▪ semestre
▪ curso, disciplina
▪ (no) trabalho
▪ começar a trabalhar/sair do trabalho
▪ horário de trabalho
▪ ter tempo (livre)
▪ sair
▪ férias
▪ brincar, jogar
▪ brincadeira, jogo
▪ hobby, passatempo
▪ interesse
▪ televisão, rádio, internet, vídeo, música, filme
▪ ver, ouvir
▪ computador
▪ tocar (um instrumento musical)
▪ cantar, dançar
▪ arte
▪ música
▪ ir ao cinema/teatro/circo
▪ desporto
▪ jogo
▪ nomes de desportos:
— futebol
— natação

▪ correr, nadar, esquiar
▪ jogar futebol
▪ ler, escrever, conversar
▪ estudar, aprender
▪ livro, revista, jornal
▪ página
▪ tipos de textos/livros:
— história
— poema
▪ rua, estrada
▪ aeroporto, porto, estação de comboios/metro, paragem de autocarro, praça de táxis
▪ ir/viajar de carro/táxi/comboio/metro/autocarro/ avião/barco
▪ horário
▪ condutor, motorista, taxista
▪ meios de transporte:
— carro
— táxi
— comboio
— metro
— autocarro
— avião
— barco
▪ rua, estrada
▪ carro, bicicleta, mota
▪ ir/viajar de carro
▪ estacionamento, garagem
▪ carta de condução
▪ mapa
▪ caminho
▪ rua, estrada
▪ saber, procurar
▪ ficar, ser
▪ ir, chegar, parar
▪ aqui, ali
▪ ao lado, ao pé/perto de
▪ perto, longe
▪ virar à esquerda/direita, virar na primeira/segunda à esquerda/direita
▪ ir em frente
▪ férias
▪ turismo, turista
▪ agência de turismo
▪ visita, viagem
▪ visitar, viajar, ir a/para
▪ estrangeiro
▪ destino
▪ hotel
▪ nomes de cidades
▪ nomes de países
▪ nomes de continentes
▪ férias no(a) praia/ montanha/campo/neve
▪ tipos de alojamento:
— hotel
— parque de campismo

▪ quarto duplo/individual
▪ tenda
▪ reserva
▪ data de chegada/partida
▪ estadia
▪ passar X noites
▪ ficar em
▪ chave do quarto
▪ preço por noite
▪ conta
▪ pagar com cartão/em dinheiro
▪ comodidades:
— cama individual/de casal
— televisão (por cabo)
— telefone
— casa de banho privativa
▪ passaporte
▪ documento (nacional) de identificação (com fotografia)
▪ carta de condução
▪ cartão de cidadão
▪ dinheiro
▪ pagar com cartão/em dinheiro
▪ conta
▪ bagagem, mala, saco, carteira, caixa
▪ mapa
▪ balcão de informações
▪ corpo
▪ características externas:
— cabelo
— nariz
— boca
— cabeça

▪ órgãos
— coração
— olho
▪ sentir-se/estar bem/mal/doente/cansado(a)
▪ ter fome/sede/sono/calor/frio
▪ estar com fome/sede/sono/calor/frio
▪ estar acordado/a dormir
▪ adormecer, acordar
▪ estar constipado, constipação
▪ toalha
▪ lavar-se
▪ lavar os dentes/a cara/os pés
▪ tomar banho/duche
▪ sabonete, sabão
▪ água
▪ doença, doente
▪ nomes de doenças e condições médicas:
— gripe
▪ dor, doer
▪ acidente
▪ partir
▪ queimar
▪ ferida
▪ sangue
▪ hospital, clínica
▪ cama, quarto
▪ médico(a), enfermeiro(a), dentista, farmacêutico(a)
▪ doente
▪ medicamento, comprimido
▪ nomes de medicamentos:
— aspirina
— iboprufeno
— paracetamol

▪ farmácia
▪ óculos
▪ ambulância
▪ ir às compras
▪ loja
▪ mercado
▪ tipos de lojas:
— supermercado
— padaria
— florista

▪ pagar, receber, comprar, vender
▪ pesos e medidas:
— grama
— quilo
— litro
— metro
▪ calças (de ganga), saia, camisa, t-shirt
▪ sapatos
▪ mala
▪ tamanho, medida, número
...
▪ comida, bebida
▪ pesos e medidas:
— grama
— quilo
— litro

▪ tipos de lojas de alimentação:
— supermercado
— padaria
▪ preço
▪ conta, total
▪ quanto
▪ ser, custar
▪ dinheiro, euro, cêntimo, moeda, nota
▪ pagar com cartão/em dinheiro
▪ troco
▪ comer, comida, beber, bebida
▪ alimentação
▪ pequeno-almoço, almoço, lanche, jantar
▪ tomar o pequeno-almoço, almoçar, lanchar, jantar
▪ comida, bebida, comer, beber
▪ provar
▪ pequeno-almoço, almoço, lanche, jantar
▪ tomar o pequeno-almoço, almoçar, lanchar, jantar
▪ salada, sopa
▪ vegetal, fruta, carne, peixe, cereal
▪ nomes de hortaliças e legumes:
— batata
— tomate

▪ nomes de frutos:
— maçã
— banana
— laranja

▪ nomes de cereais e derivados:
— trigo
— arroz
— massa
— pão

▪ nomes de laticínios:
— leite (magro/gordo)
▪ nomes de alimentos de origem animal:
— carne de vaca/porco
— frango
— peixe
— ovo

▪ sal, pimenta
▪ nomes de doces:
— chocolate
— gelado

▪ nomes de bebidas:
— água
— café
▪ restaurante, café
▪ menu, ementa
▪ (para) comer/beber
▪ salada, sopa, prato
▪ conta
▪ empregado(a)
▪ pedir, querer, pagar
▪ sal, pimenta
▪ café
▪ açúcar
...
▪ pequeno-almoço, almoço, lanche, jantar
▪ salada, sopa
▪ cozinhar, preparar, fazer
▪ grama (g), litro (l), quilo (kg)
▪ correios
▪ carta, postal
▪ envelope, selo, papel
▪ código postal
▪ telefone
▪ fax
▪ fotocópia
▪ fazer uma chamada
▪ de, para
...
▪ banco
▪ dinheiro, euro, cêntimo
▪ moeda, nota
▪ cartão
▪ conta
▪ polícia, o/a polícia
▪ bombeiros, o/a bombeiro(a)
▪ 112
▪ roubar, perder
▪ ajuda
...
...
NÍVEL A2

com interlocutor desconhecido
olhe, se faz favor
Olhe, se faz favor, onde fica a saída?

olhe(a), desculpe(a)
Olhe(a), desculpe(a), sabe(s) onde há um multibanco?

forma de tratamento
O(A) senhor(a) diz-me onde fica a estação de metro, por favor?

(forma de tratamento +) imperf. de cortesia
▪ (O senhor / A senhora) Podia dizer-me onde fica o Jardim da Estrela?

ao telefone
▪ Está lá?
▪ Estou, sim?
(forma de tratamento +) nome [conhecido]
(D.) Rosa, como está?
Está(s) bom, Dinis?
Carla, estás boa?

na escrita
[- formal]
Olá, João!
▪ Querida mãe, tudo bem contigo/consigo?
com resposta a questão anterior + interrog. retribuição
[Como está(s)? / Tudo bem?]
▪ Tudo bem. E tu / você /o senhor?
[Estás bom, Carlos?]
▪ Estou bom/bem, sim. E tu, como estás?
▪ Mais ou menos… E vocês?
então
▪ Então, adeus/tchau (Vera)!
▪ Então, boa tarde/noite (D. Fátima)!


aludindo a um próximo encontro
▪ Até ao próximo dia/mês/ano/encontro!

estrutura coordenada
(Então) Adeus e até amanhã!

na escrita
[- formal]
▪ Um (grande) abraço!
▪ (Muitos) Beijos/Beijinhos.
com ou sem (forma de tratamento +) nome
▪ Está(s) bom/triste/chateado, Américo?
▪ Como se sente, (Dra.) Filipa?

em caso de indisposição/ doença/acidente
▪ Está(s) melhor?
▪ Está(s) a sentir-se bem/mal?


perguntando por terceiros
▪ (E) Os teus/seus filhos, como estão?
▪ A Penélope, (já) está boa?
[- formal]
beijo(s), beijinho(s) ou abraço(s) + a/para
▪ Beijinhos a/para todos.
▪ (Um) Abraço a/para todos.

imperativo [dar/enviar/mandar]
▪ Dá/Dê um beijo/abraço ao João.
▪ Mandem um beijinho à vossa irmã.


[+ formal]
cumprimentos + a/para
▪ Cumprimentos ao Duarte / ao Sr. Vaz / para a tua mulher.
[Um beijo/abraço ao Jorge.]
▪ Está bem, obrigado(a).
▪ (Eu) Dou / vou dar, obrigado(a).
perdão
▪ Perdão.

pedir desculpa/perdão
▪ Peço(-te) (muita) desculpa.
▪ Pedimos perdão.
[Desculpe(a).]
▪ Não há problema.

Não foi nada.
▪ Não tem importância/mal.
▪ Não te preocupes.
▪ Que bom que está(s) aqui/cá!
▪ Vieste! Estou muito contente!
ação ou acontecimento
▪ Bom trabalho!

▪ Boa!/Ótimo!
▪ Os meus parabéns!

aniversário ou outro momento especial
parabéns + por + GN
▪ (Muitos) Parabéns pela nota/pelo (seu) novo trabalho!
▪ Saúde!
▪ (Um brinde) Ao Júlio / novo presidente!

brindar + a
▪ Brindo aos meus colegas!
▪ Vamos brindar ao Pedro/a este negócio!
bom/boa/bons/boas + GN (+ prep.)
▪ Bom apetite!
▪ Boa sorte para a apresentação/ na entrevista!

em caso de indisposição/ doença/ acidente
▪ As melhoras!

imperativo
▪ Diverte-te!/ Descansa!/ Aproveita!
▪ Passe um bom/ótimo dia!
▪ Façam boa viagem!
▪ Lamento (muito).
▪ Os meus sentimentos.
obrigado(a) por + GN
▪ Obrigado(a) por tudo (Marisa)!
▪ Muito obrigado(a) pela ajuda.

[-formal]
▪ Obrigadinha(o)!

retribuindo felicitações/votos
obrigado(a) + igualmente
▪ (Muito) Obrigado(a), igualmente.
nada
[Obrigado(a)!]
▪ Não foi nada (de especial)!


agradecer
[Muito obrigada!]
▪ Não tens/precisas de (me) agradecer!
com identificação profissional / marca de hierarquia
▪ Sou o (Dr.) Nuno Ribeiro e sou o diretor da empresa.

com parentesco

▪ Chamo-me João e sou (o) filho do (Sr.) Alberto Silva.

com interrog. introdutória
▪ Apresento-me? Álvaro, muito prazer.
▪ Posso apresentar-me?/Posso conhecer-vos? Prazer, (Sou o) Francisco (Mendes).

cumprimentando
▪ João (Sebastião); como está?
▪ Sou o Ricardo (Pires); muito prazer.
▪ (Muito) Prazer, chamo-me Roberto (Silvestre).
apresentar + nome (+ apelido)
▪ Apresento-vos o Ricardo (Ribeiro).

com identificação profissional / marca de hierarquia

▪ Apresento-lhe o Engenheiro António Lopes/o Sr. Diretor, Dr. Mário Pereira.

com relação/parentesco
▪ Apresento-te o meu irmão/amigo António.
interrog.
▪ Apresentas-me ao teu amigo?

imperativo
▪ Apresenta-me ao teu amigo!
interrog.
▪ Apresentas-me o teu amigo?

imperativo
▪ Apresenta-me o teu amigo!
já/ainda não
▪ Já conheces o Gonçalo?
▪ Ainda não se conhecem? / Ainda não te apresentaram o Fonseca?

(não) querer
▪ (Não) Queres conhecer o meu irmão?
[Este é o Mário, o meu irmão.]
▪ Muito gosto!
▪ Encantado!
imperfeito de cortesia
▪ Podia(s) falar um pouco mais devagar, por favor?
▪ Por favor, podia(s) repetir/dizer outra vez?

imperativo
▪ Fale(m) um bocadinho mais alto, por favor!
▪ Por favor, diga outra vez mas mais devagar!
▪ Dá(s) licença?
▪ Dá(s)-me licença?

imperativo
▪ Deixe-me passar, por favor.
dando licença/permissão
[Podemos entrar?]
▪ Claro que sim!
▪ Com certeza (que podem)!

imperativo
▪ Entrem!
▪ Façam favor!

negando ou adiando licença/permissão
[Dá licença?]
Um momento, por favor.

com imperativo
▪ Espere/Aguarde um pouco/bocadinho (por favor).
identificar/definir

alguém
com/para/de/a/por quem
Com quem (é que) vives?
▪ Para quem é