Lisboa: Exposição "Um Olhar Além" de Filipa Faria de Carvalho

Data
08-10-2020 - 30-10-2020
Localização
Lisboa (Camões, I.P.)
Tópicos neste artigo:

Descrição

Tem lugar, no dia 8 de outubro de 2020, na sala de exposições do Camões I.P., a inauguração da exposição “Um Olhar Além”, da artista Filipa Faria de Carvalho. A inauguração terá em conta as limitações de presença impostas pelas medidas de saúde pública em vigor.

A exposição abre as portas ao público no dia 9 de outubro e estará patente até 30 de outubro de 2020, nos dias úteis, das 9h30 às 13h30 e das 14h30 às 18h30.

Filipa Faria de Carvalho nasceu em Lisboa, em 1990, e viveu mais de 22 anos no estrangeiro, em 11 países. Tirou o curso de Gestão Hoteleira na escola Les Roches Marbella e concluiu o Bachelor of Business Administration na ICN Graduate Business School, em França (2013). A paixão pela pintura surgiu em 2014, tendo começado a pintar a tempo inteiro a partir de 2017.

Exprimindo-se de uma forma livre e intimista, inspirando-se na natureza e no cosmos, Filipa reflete nas suas obras as vivências adquiridas nas viagens pelo mundo. Estabelecendo a conexão entre o mundo real, o espiritual e o onírico, deixa a alma fluir e capta a vastidão e a essência do universo com grande vitalidade criativa. Usando várias técnicas, as suas obras têm o intuito de despertar os sentidos de quem as observa, e aprofundar a ligação com o mundo interior de cada um. 

Um Olhar Além:

Precisamos olhar e não apenas ver, pois a verdade está para além do que as coisas parecem ser. Quando olhamos, sentimos, e quando nos permitimos sentir livremente, podemos curar. Precisamos olhar e não apenas ver, pois a verdade está para além do que as coisas parecem ser. Quando vemos e ouvimos através das lentes de energias subtis, permitimo-nos aceder às nossas camadas mais profundas. Disfarçada nas nossas sombras, encontramos a chave para reacender aquela chama dos mundos que refletem a magia intrínseca dentro de nós. À medida que nos afastamos desse sonho, deixamos para trás os nossos medos e as nossas ilusões, e quando olhamos além, para ver o que está sob o véu, descobrimos o nosso potencial para nos tornarmos e criarmos, em qualquer coisa que desejarmos.

O paradoxo permanece, o que realmente está lá para ser visto só pode ser totalmente compreendido quando é sentido com o coração. É uma jornada sem limites, sem fim e com vários mistérios nas profundezas da nossa psique. Portanto, deixemos o caminho à frente guiar-nos,  para despertar a consciência e a verdade mais profunda dentro de nós,  pois existe muito mais do que aparenta existir…

Já viajei por mundos onde o tempo não existe e a luz brilha enquanto a energia flui sem esforço entre todas as almas. Eu vivi em mundos onde somos ilimitados e o amor existe como uma expressão de liberdade na sua forma mais pura, onde não há limites para compartilhar o nosso coração. O meu espírito vem de um mundo onde bebemos da fonte da verdade, compaixão e imortalidade. Então, silenciosamente, olho além, para me lembrar diariamente de quem sou, e de que sou feita, para além desta pele.

A criação existe em camadas, então eu pinto em camadas, refletindo a sua profundidade intrínseca …

 

Pode consultar mais informação sobre a artista aqui.