Recife: Exposição “Documentos históricos pré e pós-coloniais entre Brasil e Portugal”

Data
21-03-2022 - 21-05-2022
Localização
Recife
Tópicos neste artigo:

Descrição

Por ocasião dos 200 anos da Independência do Brasil, a Fundação Joaquim Nabuco (FUNDAJ) inicia em março de 2022 uma série de atividades de celebração. Na abertura deste ciclo expositivo, a Galeria Massangana, no campus Gilberto Freyre da Fundação Joaquim Nabuco, no Recife, apresenta a exposição “Documentos históricos pré e pós-coloniais entre Brasil e Portugal”, de 21 de março e 21 de maio de 2022.

Realizada em parceria com a Universidade de Coimbra, a exposição integra 38 documentos históricos inéditos do acervo da universidade portuguesa que ressaltam relações pré e pós-coloniais entre Brasil e Portugal.

De entre as peças a serem apresentadas, destacam-se a matrícula do primeiro aluno natural do Brasil em Coimbra; a primeira edição do poema “Caramuru, poema épico do descobrimento da Bahia”, de Frei Santa Rita Durão; uma notícia do jornal “O Paraense”, impresso no dia da independência, antes da proclamação; um outro recorte de jornal sobre a venda da capitania da Bahia; e uma carta redigida ao imperador do Brasil em 1823, publicada na “Gazeta Pernambucana”.

A partir de 7 de setembro de 2022, a mesma exposição será apresentada na Universidade de Coimbra.

A exposição tem a Associação da Imprensa de Pernambuco e a Associação Portuguesa de Imprensa como entidades parceiras e conta com o apoio da Embaixada de Portugal no Brasil, do Vice-Consulado de Portugal no Recife e do Camões – Centro Cultural Português em Brasília.