"Agir e Transformar a Escola" - Uma proposta pedagógica

Publicado em terça-feira, 22 junho 2021 11:05

Foi criado o recurso pedagógico “Agir e Transformar a Escola”, elaborado no quadro do projeto de Educação para o Desenvolvimento “A escola, ser vivo dentro de um ecossistema: da alimentação à utilização dos recursos naturais”, promovido pelo CIDAC - Centro de Intervenção para o Desenvolvimento Amílcar Cabral e FGS – Fundação Gonçalo da Silveira, em parceria com os Agrupamentos de Escolas de Benfica e Lindley Cintra e cofinanciado pelo Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.

Neste recurso irá encontrar uma proposta de percurso passo-a-passo para, primeiro, identificar eventuais problemas que sejam sentidos nas escolas; segundo, explorá-los e conhecê-los aprofundadamente; e terceiro, encontrar formas conjuntas de agir sobre eles. É um percurso livre e adaptável a outros contextos, para além do escolar, que tem como principal objetivo promover a participação e a aprendizagem conjunta, através de mecanismos de investigação e análise de problemas reais, que poderão desencadear processos de mudança nas escolas.

Em 2019, o CIDAC e a FGS propuseram a professores e professoras do Agrupamento de Escolas de Benfica e Agrupamento de Escolas Lindley Cintra, uma ação de formação sobre investigação e ação em meio escolar, ancorada na Educação para o Desenvolvimento / Educação para a Cidadania Global. Desse percurso conjunto, surgiu a ideia de criar um recurso focado nesta abordagem pedagógica, que pudesse ser útil e interessante para outras pessoas, em particular para os atores das comunidades educativas (educadores/as, professores/as, estudantes, encarregados/as de educação, associações, entre outros).

Veja o curto vídeo de apresentação desta proposta pedagógica.

Se quiser saber mais ou se desejar esclarecimentos, contacte o CIDAC e/ou a FGS através dos emails Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. e/ou Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Tópicos neste artigo: