Brasil: Bahia-Portugal: Pontos Que Nos Unem

Publicado em quarta, 16 maio 2018 18:13

Uma nova marca para celebrar as relações culturais, históricas e de afeto entre a Bahia e Portugal. É assim que o Consulado Geral de Portugal em Salvador lança o projeto multicultural “Bahia-Portugal: Pontos Que Nos Unem”, para celebrar a Lusofonia.

A marca pretende ser um catalisador de ações que acontecerão entre os meses de maio e junho, anualmente. Confira a programação em https://drive.google.com/file/d/1eKwmuhZWNSwn8NXrKNAybwo83jRNYgKR/view.

Este ano, 2018, o Consulado Geral de Portugal na Bahia tem como parceiro realizador das ações a Cátedra Fidelino de Figueiredo – Camões, I.P./UNEB, que vão promover o diálogo Bahia - Portugal, com o apoio das empresas portuguesas, instituições académicas e culturais de Salvador.

Para a titular da Cátedra Fidelino de Figueiredo – Camões, I.P./UNEB, Rita Aparecida Santos, o afeto é a  linha central deste projeto. “Todos os diálogos que estão sendo propostos na programação do projeto são costurados por pontos invisíveis, como o afeto. A amizade dos escritores Luis Serguilha (Portugal) e Lívia Natália (Bahia), a decisiva contribuição de Agostinho da Silva na criação do CEAO/UFBA, a arte de Bel Borba e Helena Cardoso que se encontram no imaginário criativo dos dois artistas. Assim são os pontos que nos unem: baseados na história, na cultura e nos afetos”, resume.

Esta é uma iniciativa que visa estreitar ainda mais os laços entre o Brasil e Portugal, no ano em que Salvador foi eleita Capital da Cultura dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), se comemoram os 210 anos da chegada da Família Real à capital baiana e o centenário do edifício do Gabinete Português de Leitura, um dos últimos representantes do neomanuelino no Brasil.

Programação