Etiópia: Conferência Internacional sobre Património, “Promoting Heritage through Site Interpretation and Public Outreach”, em Gondar

Publicado em terça-feira, 14 maio 2019 13:45

Vinte anos depois da sua primeira visita à Etiópia, Manuel João Ramos, professor associado do Departamento de Antropologia do ISCTE-IUL, foi o orador principal no colóquio Internacional “Promoting Heritage through Site Interpretation and Public Outreach”, coorganizado pela Embaixada de Portugal em Adis Abeba, Amhara Region Culture and Tourism Bureau, e pelo  projeto PROHEDEV (Ministry of Culture, Tourism and Sport da Etiópia, e União Europeia).

O colóquio teve lugar no dia 22 de abril de 2019, no Hotel Quara, na cidade de Gondar. A participação de dois especialistas portugueses convidados foi aplaudida e debatida com interesse pela plateia, constituída maioritariamente por pessoal técnico do Ministério, gabinetes regionais e locais de cultura e turismo. Manuel João Ramos proferiu uma palestra intitulada “Kings and Saints in the Crosshairs – On the importance of listening to what places have to say”, sublinhando o papel que os contadores de histórias e os historiadores tradicionais podem desempenhar no desenvolvimento da informação nos sítios patrimoniais e chamando a atenção para a urgência no trabalho de recolha e arquivo para o futuro das memórias e tradições orais.

Guilherme Calado, atualmente bolseiro do Camões, I.P., apresentou um caso relacionado com o trabalho de campo realizado no âmbito da sua dissertação de Mestrado em Estudos do Património, intitulado “On Information Panels – The case of Robert Walser’s literary paths in Switzerland”, comparando e analisando diferentes percursos e tipos de placas sinalizadoras e informativas, que suscitou o interesse, por exemplo, do diretor do complexo dos Castelos de Gondar.

Houve, ainda, um atelier, muito participado, de desenho, orientado também por Manuel João Ramos.

Este evento teve o apoio do Camões, I.P.