Inauguração da exposição “México | Criadores Contemporâneos”

Publicado em quarta-feira, 23 junho 2021 16:32

Teve lugar, no dia 22 de junho de 2021, a inauguração da exposição “México | Criadores Contemporâneos”, promovida pela Embaixada do México em Portugal, em associação com o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P., e que estará patente na Sala de Exposições do Camões, I.P. até 7 de julho.

A ocasião foi marcada pelos discursos do Presidente do Camões, I.P., Embaixador João Ribeiro de Almeida, do Embaixador do México em Portugal, Hermann Aschentrupp e de dois dos artistas mexicanos exibidos na exposição, Sofia Castellanos e Rafael Ibarra, tendo o artista Alejandro Pintado apresentado a sua obra através de uma mensagem de vídeo. A cerimónia foi encerrada com um momento musical a cargo de dois artistas mexicanos residentes em Portugal, Sofia Suarez (voz) e Alejandro Puentes (guitarra).

Esta mostra artística visa destacar o contributo e a diversidade expressiva de artistas visuais mexicanos residentes em Portugal e no México, trazendo ao público a visão contemporânea dos três criadores mexicanos referidos, em torno de três temas: a cultura, a natureza e o cosmos.

A exposição pode ser visitada na Sala de Exposições do Camões, I.P., nos dias úteis, das 9h30 às 13h30 e das 14h30 às 18h30, na Av. da Liberdade, 270, em Lisboa.

 

Artistas

Sofia Castellanos

Nasceu em 1992, na Cidade do México, onde vive e trabalha. Licenciou-se em Desenho Gráfico na Universidade Iberoamericana e iniciou uma especialização em técnicas de escrita orienta no Centro Cultural Michiko, seguida de um curso intensivo de “História das Belas Artes, Pintura e Desenho” na Academia de Artes de Florença.

Nos últimos anos, tem vindo a desenvolver a sua carreira de artista, muralista e ilustradora.

“As suas bases de desenho, em complemento com a sua educação artística, permitiram-lhe criar um universo maravilhoso e detalhado que capturou o coração de todos”.

Mais informação sobre a artista aqui.

Rafael Ibarra

Nasceu em Cuernavaca, México, em 1982 e atualmente reside e trabalha em Braga, Portugal.

Este artista visual tem uma extensa obra e trabalha com diferentes formas de arte, tais como a pintura, a gravura, a arte sonora, a fotografia e vídeo. Participou em exposições, quer individuais, quer coletivas, nos Estados Unidos, no México, no Brasil, em Espanha, em Inglaterra e em Portugal. Venceu o “Prémio Aquisição” na XXI Bienal de Cerveira 2020 e Menção de Honra na VIII Bienal de Arte Jovem de Vila Verde (Portugal).

Nesta exposição, apresenta a sua obra “Flores Migratórias”, alusiva às flores mexicanas que migraram para outros países, incluindo Portugal.

Mais informação sobre o artista aqui.

 Alejandro Pintado

Nasceu em 1973, na Cidade do México, onde vive e trabalha.

Licenciado em Pintura pela Escola Nacional de Pintura, Escultura e Gravura La Esmeralda e Mestre em Belas Artes pela Goldsmiths College da Universidade de Londres.

Vencedor de diversos prémios e reconhecimentos, mexicanos e internacionais, entre os quais: 1.º Prémio, Feira Contemporânea de Arte do México (MACO), México (2012); Grant  National System of Art Creators, FONCA, México (2011); Prémio Especial Arte Laguna, Arsenal de Veneza, Itália (2010); e Bolsa Pollock-KrasnerPollock-Krasner Foundation, Nova Iorque, EUA (2007).

Na sequência da sua passagem académica pela Goldsmiths College da Universidade de Londres (2000-2001), o mestre Alexandro Pintado assumiu a tarefa de conceber o seu contributo para este projeto: “À procura da medida do Cosmos”.

Mais informação sobre o artista aqui.

32469 L1

32469 L2

32469 L3

32469 L4

32469 L5

 

Tópicos neste artigo: