Noite da Literatura Europeia 2021, no Parque dos Poetas

Publicado em terça-feira, 25 maio 2021 16:01

No dia 5 de junho de 2021, entre as 18h30 e as 23h30, a Noite da Literatura Europeia (NLE) volta ao convívio com o seu habitual público, despertando a sua imaginação com sedutoras encenações de obras inéditas ou pouco conhecidas de autores contemporâneos de 15 países europeus. Organizada pela EUNIC Portugal, a NLE é um convite para uma viagem literária sem fronteiras, que nesta sua 9.ª edição, será desfrutada ao ar livre, nos jardins do Parque dos Poetas, em Oeiras. O Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. irá apresentar, na “folha” 39, junto a uma das entradas do Parque, excertos do romance "Não se pode morar nos olhos de um gato", de Ana Margarida de Carvalho. A interpretação será feita por Ana Sofia Paiva acompanhada dos bailarinos Tiago Barreiros e Beatriz Mira.

"Não Se Pode Morar nos Olhos de Um Gato"

Após o naufrágio de um navio negreiro clandestino, oito vidas se encontram na areia de uma praia intermitente, que só existe na maré baixa, cercada de rochedos: um capataz, um escravo, um criado, um padre, um estudante, um bebé, uma fidalga e a sua filha. Junto com a difícil tarefa da subsistência, da sobrevivência, resta lidar com o passado e a história de cada um que, como as ondas do mar, insistem em revolver esse novo quotidiano, tão violento, sempre incontrolável.

Ana Margarida de Carvalho

Nasceu em Lisboa, é licenciada em Direito e exerceu jornalismo durante muitos anos. Autora de roteiros cinematográficos, de uma peça de teatro e de um livro infantil, o seu romance de estreia, "Que importa a fúria do mar", conquistou o Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLAB 2013. Não se pode morar nos olhos de um gato, venceu de novo o Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLAB 2016. Publicou ainda um livro de contos, "Pequenos Delírios Domésticos" (Prémio APE Camilo Castelo Branco) e "O Gesto Que Fazemos para Proteger a Cabeça" (Finalista do Prémio Oceanos).

Ana Sofia Paiva

Narradora, cantadora e investigadora de tradição oral. Formou-se em Teatro na Escola Superior de Teatro e Cinema e especializou-se em Promoção e Mediação da Leitura, na Universidade do Algarve. É membro do Instituto de Estudos de Literatura Tradicional (FCSH-UL), do Centro de Estudos Ataíde Oliveira (UAlg) Arquivo do Conto Tradicional Português, e da cooperativa Memória Imaterial, onde trabalha.

Com a colaboração dos bailarinos Beatriz Mira e Tiago Barreiros que integraram o elenco da Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo, em 2020.

 

Leituras de outros países

Alemanha: "Em frente, rumo ao Sul", de Sarah Jäger

Áustria: "Coração de Johnson & Johnson", de Valerie Fritsch

Eslováquia: "9 + 1", de Dušan Mitana

Espanha: "Terras Altas", de Javier Cercas

Finlândia: "Antologia da Mente", de Tommi Musturi

França: "O País dos Outros", de Leïla Slimani

Grécia: "A Circularidade do Quadrado", de Dimitris Dimitriadis

Hungria: "Reinicialização do Sistema", de György Dragomán

Irlanda: "Pessoas Normais", de Sally Rooney

Itália: "O Segredo do Mercador de Livros", de Marcello Simoni

Luxemburgo: "Céruse", de Tullio Forgiarini

Polónia: "Mercedes-Benz – Cartas a Bohumil Hrabal", de Paweł Huelle

República Checa: "Poemas de Amor", de Petr Brokovec

Roménia: "Dinheiro. Trabalho. Tempo Livre" e "O maravilhoso mundo Disney", de Elena Vlădăreanu

 

Cartaz 

 

Tópicos neste artigo: