Portugal na IIª Conferência de Alto Nível das Nações Unidas sobre Cooperação Sul-Sul (PABA+40)

Publicado em quinta-feira, 21 março 2019 15:56

A Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação (SENEC), Teresa Ribeiro, representa Portugal na IIª Conferência de Alto Nível das Nações Unidas sobre Cooperação Sul-Sul (PABA+40), que se realiza em Buenos Aires de 20 a 22 de março de 2019, acompanhada pelo Vice-Presidente do Camões I.P., Gonçalo Teles Gomes.

A SENEC centrou a sua intervenção nos desafios atuais da Cooperação Sul-Sul e Triangular, focando em particular - através da sua participação num dos painéis - o crescente contributo destas modalidades de ajuda para a implementação da Agenda 2030 e o posicionamento de Portugal nessa conjuntura.

Portugal  tem assumido um papel relevante na promoção do debate internacional sobre cooperação triangular, tendo associado o seu nome  a este processo, ao ter coorganizado com a OCDE em Lisboa, em 2018, uma das reuniões preparatórias da PABA+40, que juntou à mesma mesa responsáveis de países, organizações internacionais e da sociedade civil de todo o mundo envolvidos na Cooperação Triangular.

Em 2015, a Agenda 2030, a Agenda de Ação de Adis Abeba sobre o financiamento do desenvolvimento, e o Acordo de Paris sobre alterações climáticas, vieram reconhecer o relevante papel da cooperação Sul-Sul e Triangular na consecução dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, o que lhe conferiu um impulso acrescido, resultante dos progressos significativos que muitos países em desenvolvimento têm alcançado nas últimas décadas nos planos económico, social e ambiental.

Essa preponderância acrescida estende-se a outros domínios como ao comércio e investimento internacionais, aos fluxos financeiros e tecnológicos e ao crescimento económico mundial, pelo que, hoje em dia, a ação destes países, e o peso da cooperação que desenvolvem entre si, influencia a transformação das próprias normas e princípios da cooperação internacional.

Assim, a IIª Conferência de Alto Nível das Nações Unidas sobre Cooperação Sul-Sul constitui, para Portugal, um momento histórico para a comunidade internacional rever as tendências e os progressos alcançados na promoção do desenvolvimento através desta modalidade de ajuda nos últimos 40 anos, e identificar novas oportunidades para que a Cooperação Sul-Sul e Triangular alcance todo o seu potencial no combate aos desafios globais atuais.

Portugal tem apostado na Cooperação Triangular e na sua capacidade de criação conjunta de soluções de desenvolvimento inovadoras e flexíveis, promovendo parcerias inclusivas que realçam a riqueza da diversidade, contribuindo para o estabelecimento de pontes e a criação de confiança, ideais consentâneos com um novo multilateralismo que se quer mais horizontal e equitativo.