Portugal reafirma compromisso com Fundo Global de Luta Contra a SIDA, Tuberculose e Malária

Publicado em terça-feira, 30 abril 2019 12:06

Portugal reafirmou o seu compromisso com o Fundo Global de Luta Contra a SIDA, Tuberculose e Malária, anunciando uma contribuição  financeira para o triénio 2020-2022.

O anúncio foi feito pela  Secretária de Estado da Saúde, Raquel Duarte, durante a 26.ª Conferência Internacional de Redução de Riscos (HR 19), que está a decorrer no Porto, de 28 de abril a 1 de maio. Trata-se de uma contribuição conjunta da área de Governo dos Negócios Estrangeiros / Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, IP, e da área de Governo da Saúde, no âmbito do apoio que Portugal tem vindo a conceder ao Fundo Global desde 2001. 

O Fundo Global recebe e investe aproximadamente quatro mil milhões de dólares por ano para apoiar programas administrados por especialistas locais nos países e comunidades mais necessitados, representando cerca de dois terços do total do financiamento internacional para a Tuberculose e Malária e 20% do financiamento internacional para a SIDA. 

As contribuições internacionais, entre as quais as de Portugal, permitiram ao Fundo Global salvar mais de 27 milhões pessoas em todo o mundo. O nível de investimento do Fundo Global nos PALOP e em Timor-Leste, até dezembro de 2018, ascendeu a 1,4 mil milhões de dólares, possibilitando o tratamento de quase 1,3 milhões  de pessoas com retrovirais para o VIH e 600,000 casos de tuberculose, para além da distribuição de 56 milhões de redes mosquiteiras.  

Até hoje, Portugal já efetuou contribuições para o Fundo Global no valor aproximado de 16 milhões de dólares (cerca de 13 milhões de euros).

Tópicos neste artigo: