Projeto da União Europeia PROCULTURA apoia a participação de seis produtores dos países PALOP-TL na maior feira internacional de música, WOMEX

Publicado em quinta-feira, 18 novembro 2021 12:24

O projeto da União Europeia PROCULTURA PALOP-TL apoiou a participação de seis produtores e agentes musicais dos PALOP-TL na maior feira internacional de música, WOMEX, que decorreu no Porto, de 27 a 31 de outubro de 2021.

Para ‘Stive’ (Angola), Paulo Linhares (Cabo Verde), Edizildo Indi (Guiné-Bissau), ‘Pak Njamena’ (Moçambique), Enerlid Franca (São Tomé e Príncipe) e Olívio Santos (Timor-Leste), o evento foi uma oportunidade única para divulgar a música dos seus países e desenvolver a sua rede de contatos, mas também onde firmaram amizades e sonhos de projetos futuros entre o próprio grupo. Ver biografia dos seis produtores aqui.

Entre networking e vários showcases de artistas convidados do próprio evento, os produtores deram a experimentar os seus instrumentos musicais e estiveram em conversa na RDP África, onde puderam também apresentar algum do seu portfolio musical.

O PROCULTURA marcou ainda presença no painel Harnessing culture for sustainable development, em conjunto com outros programas financiados pela União Europeia na área da cultura, como o ACP-EU Culture e o Transcultura.

Para o ano, a WOMEX volta a ter lugar em Portugal, na cidade de Lisboa, de 19 a 23 de outubro de 2022.

Esta iniciativa foi promovida no âmbito do DIVERSDIDADE - Instrumento de financiamento para a diversidade cultural, cidadania e identidade – integrado no PROCULTURA.

Com um orçamento de 19 milhões de euros, o PROCULTURA é uma Ação do Programa Indicativo Multianual PALOP - Timor-Leste e União Europeia, financiada pela União Europeia, cofinanciada e gerida pelo Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. e cofinanciada pela Fundação Calouste Gulbenkian, que tem por objetivo contribuir para a criação de emprego em atividades geradoras de rendimento na economia cultural e criativa nos PALOP e em Timor-Leste.

Tópicos neste artigo: