Publicação do Relatório anual do Fundo Central de Resposta de Emergência e participação de Portugal

Publicado em quarta-feira, 09 setembro 2020 13:47

Já se encontra disponível o Relatório anual do Fundo Central de Resposta de Emergência (CERF) de 2019. Este instrumento tem como finalidade reforçar a capacidade de resposta das Agências das Nações Unidas às necessidades mais imediatas decorrentes de uma crise humanitária, ao qual o Estado Português está associado desde 2005.

Nesta edição do relatório, o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, faz a seguinte referência: “Portugal tem sido um contribuidor consistente para o CERF desde a sua criação. Em linha com a nossa Estratégia Nacional Humanitária, esta parceria frutífera permitiu-nos financiar as fases iniciais de assistência humanitária e de emergência, e igualmente corresponder às necessidades das populações afetadas por crises emergentes, bem com apoiar crises esquecidas.”

Em 2019, foram contabilizados 834.6 milhões de dólares em contribuições para este Fundo provenientes de 54 Estados, incluindo a doação do Estado Português, cujos apoios angariados permitiram prestar assistência humanitária a quase 30 milhões de pessoas em 49 países.

Este ano, Portugal antecipou a sua contribuição para o CERF no montante de 125 mil euros, proveniente do orçamento do Camões, I.P., tendo em vista contribuir para o fortalecimento das capacidades das Agências das Nações Unidas na resposta de emergência a pandemia COVID-19 nos países mais vulneráveis e permitir uma maior flexibilidade na alocação de recursos para as restantes situações humanitárias, de entre as quais se destaca a Venezuela e a assistência ao Líbano, no seguimento da explosão do porto de Beirute.

O relatório está disponível aqui.

Tópicos neste artigo: