RETFOP na Província do Huambo

Publicado em terça, 22 janeiro 2019 15:55

Entre 16 e 18 de janeiro de 2019 realizou-se uma missão conjunta à Província do Huambo no âmbito do Estudo de Base do Projeto RETFOP – Revitalização do Ensino Técnico e da Formação Profissional em Angola.

 

A delegação do Projeto integrou um responsável do Gabinete de Quadros da Casa Civil do Presidente da República de Angola, o Coordenador-Geral da Unidade Conjunta de Implementação e um dos respetivos Assistentes Técnicos, bem como os membros da equipa responsável pelo Estudo de Base.

A missão iniciou-se com uma sessão de apresentação do Projeto com a presença da Governadora da Província, do Vice-Governador para a área económica e social e de representantes das principais entidades envolvidas no Projeto. 

Seguiram-se reuniões com os responsáveis dos Serviços Provinciais de Educação, do Emprego e Formação Profissional, de Escolas Médias Técnicas, Centros de Formação Profissional, Centros de Emprego, Universidade José Eduardo dos Santos, Associações Empresariais e Associações de Desenvolvimento Local.

O balanço da missão é bastante positivo, considerando-se que atingiu os seus objetivos de recolha de informação que permita uma melhor caracterização da situação do ensino técnico e da formação profissional na Província e identificação de necessidades que contribuirão para o ajustamento das atividades do Projeto. Permitiu, igualmente, uma maior divulgação do Projeto e a sensibilização e mobilização dos diferentes atores para a sua implementação.

O projeto RETFOP – Revitalização do Ensino Técnico e da Formação Profissional em Angola tem como objetivo geral contribuir para a redução do desemprego, especialmente entre os jovens, através da disponibilização de capital humano mais empregável e produtivo. Financiado pela União Europeia e implementado pelo Camões, I.P. em parceria com a Expertise France, o projeto tem a duração de cinco anos e abrange as províncias de Benguela, Huambo, Huíla, Luanda, Moxico e Uíge, contando com uma dotação financeira de 22 milhões de Euros.