Praga: 100 Anos de Futurismo Português

Date
30-03-2017
Location
Praga

Description

O Camões – Centro de Língua Portuguesa em Praga irá comemorar, no dia 30 de março de 2017, o centenário da revistaPortugal Futurista(1917), revista portuguesa de que só saiu um número, em novembro de 1917. A revista pretendia ser a voz impressa do Futurismo em Portugal.

A revista, que obteve uma hipotética tiragem de dez mil exemplares, era oficialmente dirigida por um aluno de belas-artes: Carlos Filipe Porfírio. Mas quem nos bastidores terá realmente comandado as operações terá sido o pintor Guilherme de Santa-Rita. Uma grande fotografia sua acompanha um texto em que Bettencourt Rebello fala da "sensibilidade mediúnica" de Santa-Rita e afirma que ele era "o artista que o génio da época produziu" e "em Portugal, a mais completa síntese desta época de estranhas manifestações, que Picasso surpreendeu no seu alvorecer". A revista apresenta também quatro reproduções de obras de Santa-Rita Pintor.

Outro artigo, em francês, de Raul Leal, trata de uma das obras de Santa-Rita reproduzidas, considerando-a «la suprème réalisation du futurisme».

Na revista aparece também uma montagem de traduções de textos de Marinetti, Boccioni, Carrà, Russolo e Severini de 1910.

O texto mais conhecido desta revista seráUltimatum, de Álvaro de Campos.

Esta celebração do centenário será conduzida pela Professora Karolina Válová, da Universidade Carolina, e terá como base a leitura de poemas e textos de Fernando Pessoa, José de Almada-Negreiros, Mário de Sá-Carneiro, Blaise Cendrars, entre outros.

A leitura será acompanhada pelos músicos Vít Klouček (teremin) e Jan Faix (sintetizador), inspirados no manifesto literárioUltimatumpublicado naquela revista.

Durante a sessão estará presente o poeta checo Básník Ticho que apresentará o seu livroNeuroromance.