São Paulo: Pós-FLIP | Conversa com Miguel Gomes e Camila Mota

Date
16-07-2019 - 20-07-2019
Location
São Paulo

Description

O Consulado Geral de Portugal em São Paulo e o Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I.P., em parceria com a Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP), promovem o evento “Pós-FLIP: Conversa com Miguel Gomes e Camila Mota”, moderada pela curadora da 17.ª FLIP, Fernanda Diamant, no dia 20 de julho de 2019, às 19h30, na Unibes Cultural.

O evento está associado à edição de 2019 da FLIP, servindo como encerramento da mesma no Estado de São Paulo. Serve igualmente para dar a conhecer o mais recente trabalho do realizador português, Miguel Gomes, que iniciará brevemente a produção de Selvajaria – adaptação livre de Os Sertões, de Euclides da Cunha, autor homenageado desta edição da FLIP.

O cineasta português e a atriz e diretora de teatro mineira Camila Mota estarão na Unibes Cultural para conversar sobre os modos de representar e inventar o sertão - tónica da Flip 2019, realizada entre 14 e 19 deste mês.

O evento é composto de duas partes:

Das 14h00 às 18h00: exibição de filmes em homenagem a Euclides da Cunha (adaptações da sua obra maior).

Das 19h30 às 21h00: conversa entre Miguel Gomes e Camila Mota

Mais informação em:

https://unibescultural.org.br/calendario/pos-flip-unibes-cultural-recebe-cineasta-miguel-gomes-e-atriz-camila-mota/

 

Sobre Miguel Gomes

Cineasta com longa trajetória. Conhecido pela realização de Tabu (2012), premiado no Festival de Berlim, e a trilogia Mil e uma noites (2015). O diretor português concentra-se agora na filmagem do longa Selvajaria, que, baseado na obra de Euclides da Cunha, iniciará brevemente filmagens em Canudos, na Bahia, Brasil.

Sobre Camila Mota

Integra o elenco do Teatro Oficina há mais de vinte anos, durante os quais, entre vários outros projetos, trabalhou na pentalogia Os sertões, na qual atuou, fez assistência de direção e colaborou na dramaturgia e criação musical. Também dirigiu o espetáculo de abertura da Flip de 2019. Foi coordenadora da Universidade Antropófaga e editora da revista A Bigorna.

Sobre Fernanda Diamant

Filósofa e curadora da Flip 2019 é editora de livros na Publifolha e na editora 34. É cofundadora da editora da revista 451, especializada em livros.