Maputo: Iniciativa "Ler Olhos nos Olhos" - Conversa com Ana Maria Gonçalves

Calendar
Camões, I.P.
Date
02.09.2020
Location
Centro Cultural Português em Maputo

Description

Tem lugar, no dia 2 de setembro de 2020, uma conversa com Ana Maria Gonçalves, no âmbito da iniciativa "Ler Olhos nos Olhos".

Ana Maria Gonçalves nasceu em 1970, no Brasil, em Ibiá, Estado de Minas Gerais. A paixão pela leitura nasceu durante a infância, e desde criança lia jornais, revistas e livros. Começou a escrever contos e poemas desde a adolescência, sem nunca chegar a publicar. Trabalhou como publicitária em São Paulo, mas,  em 2002, abandonou a profissão para morar em Itaparica e aí escrever o seu primeiro livro, "Ao lado e à margem do que sentes por mim". O romance foi lançado de forma independente, em 2002, e, através de divulgação feita por Internet, vendeu praticamente toda a edição de mil exemplares. Para escrever o seu segundo romance, "Um defeito de cor", a autora trabalhou durante 5 anos, dos quais dois anos foram utilizados para fazer uma pesquisa rigorosa, um ano para a escrita e mais dois anos para reescrita, tendo a obra sido lançada em 2006, pela editora Record. A obra conquistou, em 2007, o Prémio "Casa de las Américas"na categoria de literatura brasileira, e foi considerado por Millôr Fernandes o livro mais importante da literatura brasileira do século XXI. A obra, inspirada na vida de Luísa Mahin, célebre heroína da Revolta dos Malês, conta a trajetória de uma menina nascida no Reino do Daomé e capturada como escrava aos 8 anos de idade, até ao seu regresso à terra natal como mulher livre. Em 2015, foi anunciada a adaptação do livro "Um defeito de cor" para uma série televisiva, cujo lançamento está previsto para 2021. Em dezembro de 2016, Ana Maria Gonçalves tornou-se colunista de assuntos raciais, culturais e políticos do jornal The Intercept Brasil.

A Iniciativa "Olhos nos Olhos", organizada pelo Município de Oeiras (Portugal), promove conversas com escritores  de Língua Portuguesa, que são divulgadas em direto (streaming), a partir da página do Facebook do Camões - Centro Cultural Português em Maputo.