Maputo: 4.ª edição do Festival Literário RESILIÊNCIA

Dia Mundial da Língua Portuguesa 2021
Date
05-05-2021 - 07-05-2021
Location
Maputo, Moçambique
Url
http://camoes-ccpmocambique.co.mz/

Description

Desde 2018, e desde 2019 em parceria com o Camões – Centro Cultural Português em Maputo, que a Editora Cavalo do Mar tem vindo a organizar o Festival de Literatura RESILIÊNCIA, com vista a promover o livro e a leitura e a incentivar uma maior circulação das obras dos autores moçambicanos, dentro e fora do país, contribuindo para a edificação de um sistema literário resiliente e concorrendo para a formação de leitores no país e na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), através de um amplo acesso ao vasto universo da nossa literatura.

Neste contexto, a 4.ª edição do RESILIÊNCIA, encontro de celebração das letras e cultura de países de língua portuguesa, irá decorrer de 5 a 7 de maio, entre as 16h00 e as 18h30, em formato virtual, nas páginas de facebook do Camões- Centro Cultural Português, em Maputo, da editora Cavalo do Mar e do Centro Cultural Brasil Moçambique, parceiro deste projeto.

A edição deste ano homenageia um dos mais destacados autores moçambicanos, Aldino Muianga, médico de profissão, autor de mais de uma dezena de obras literárias, entre romances e contos, vencedor do mais importante prémio literário em Moçambique, Prémio José Craveirinha, em 2009. Este encontro literário tem também como autor convidado Rogério Manjate, escritor e profissional do teatro (ator, encenador) e docente. Prevêem-se mesas de debate, uma feira do livro virtual, entre outras atividades, com a participação de escritores de várias gerações e países, de académicos, críticos literários e jornalistas, como Lucílio Manjate, Virgília Ferrão, João Pinto Coelho, Itamar Vieira Júnior, Nazir Can, Elton Pila, Nelson Saúte, Afonso Cruz e Olga Pires.

A 4.ª edição do Festival Resiliência é um encontro das letras, organizado pela Editora Cavalo do Mar e o Camões – Centro Cultural Português, conta com o apoio da revista Literatas e da agência Broken, e com a parceria com o Centro Cultural Brasil Moçambique.