Lisboa: Exposição “Em terra de bichos homem não põe o pé” de Ana Cristina Dias

Date
08-10-2021 - 28-10-2021
Location
Lisboa (Camões, I.P.)

Description

Estará patente, entre os dias 8 e 28 de outubro de 2021, na Sala de Exposições do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P., a exposição “Em terra de bichos homem não põe o pé”, da autoria da artista portuguesa Ana Cristina Dias.

Ana Cristina Dias (Lisboa, 1967) estudou Imagem e Comunicação Áudio Visual na Escola Artística António Arroio, tendo posteriormente ingressado na Faculdade Belas Artes de Lisboa, onde concluiu o curso de Pintura em 1995. Frequentou o Curso de Gravura na Associação de Artistas Gravadores da Amadora.

Trabalhou durante anos em publicidade e produção de eventos. Em 2019, decide dedicar-se unicamente à pintura.

Ao longo da última década, a artista tem vindo a mostrar o seu trabalho de Norte a Sul do de Portugal continental e nos Açores, e nas cidades de Barcelona e Paris, em galerias particulares e municipais. O seu trabalho encontra-se em várias coleções particulares por todo o mundo. Ana Cristina Dias colabora igualmente em ilustrações de livros de poemas, histórias juvenis e infantis e, por último, tem abraçado alguns projetos na área da arte urbana.

De entre as inúmeras exposições coletivas e individuais em que participou, destacam-se os seguintes espaços com maior relevância no seu percurso artístico: “Galeria Trema Musa” (Museu de Arte Contemporânea de Sintra); “Paratíssima” (Lisboa); “Belo Belo” (Braga); “Noc Noc” (Guimarães); “Galeria Municipal Augusto Cabrita Reis (Universidade de Lisboa); “Palácio dos Anjos” (Biblioteca de Timor-Leste”; “Galeria Municipal de Santa Catarina” (Lisboa); “Galeria S. Francisco e Galveias”; “Galeria de Arte do Casino do Estoril” (Estoril); Allarts Gallery (Lisboa); “Feira de Arte Contemporânea” (Lisboa); “Palácio dos Aciprestes” (Oeiras); “LM Galeria de Arte” (Sintra); “BCM Art Gallery (Barcelona); “Galeria Sete” (Coimbra); “Espaço Exibicionista” (Lisboa); “Galeria Trindade” (Porto); “Cooperativa Árvore” (Porto”); 3ª Bienal de Gaia, entre outros.

 A inauguração oficial terá lugar no dia 8 de outubro e terá em conta as limitações de presença impostas pelas medidas de saúde pública em vigor.

A exposição pode ser visitada nos dias úteis, das 9h30 às 13h30 e das 14h30 às 18h30, na Sala de Exposições do Camões, I.P. (Avenida da Liberdade 270, 1250-149 Lisboa).

 

Nota da artista

“Em terra de bichos homem não põe o pé”

 Estes tempos estranhos e diferentes que vivemos trouxeram-me o privilégio e a disponibilidade de fazer longos passeios pela ria de Alvor (perto da Mexilhoeira Grande) e pelo campo algarvio, foi crescendo a vontade de passar para a tela o que via.

 O que estava diante dos meus olhos era um simples voo da cegonha, um bando de flamingos que se alimentava nas águas turvas da ria, a cor púrpura das flores silvestres, o som do pica-pau que alegrava os meus dias, o canto do pisco-de-peito-ruivo, as minhas longas conversas interiores, o regalo que tudo me causava

 São sete as telas que compõem esta exposição e um pequeno filme de animação do Gustavo Castanheira, nestes trabalhos assumi um compromisso com todos os seres que foram durante horas os meus companheiros de passeio, um compromisso de alertar que temos o poder de mudar. Temos que mudar!