Gestor de Projeto (M/F) - Lisboa

A Coutinho, Neto & Orey no âmbito da sua atividade de recrutamento encontra-se a desenvolver um processo de seleção para o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. (Camões, I.P.)

Prazo limite de candidatura: 15/02/2021

I - Enquadramento da função

A função de Gestor de Projeto, enquadra-se no projeto GO BLUE| Componente Turismo e Património Cultural, que tem por objetivo contribuir para aumentar o emprego inclusivo nos setores do turismo e património cultural nos municípios costeiros do Quénia, no âmbito da estratégia Jumuiya 2030 para a Economia Azul.

II - Principais Responsabilidades 

Reportando, ao dirigente e técnico designado para acompanhar o projeto na unidade orgânica responsável pela cooperação delegada, a Divisão de Parcerias Estratégicas, o Gestor de Projeto (GP) será responsável por gerir a Ação a partir da sede do Camões I.P., em Portugal e através de deslocações em serviço externo ao Quénia, sempre que necessário, terá como principais atribuições:

  • Participar na conceção do projeto;
  • Instruir os procedimentos para celebração dos contratos e protocolos com entidades financiadoras e coexecutoras e acompanhar a respetiva execução;
  • Instruir os procedimentos para celebração dos contratos com entidades delegatárias, subvencionadas ou contratadas tendo em vista a prossecução das atividades do projeto, bem como acompanhar a respetiva execução;
  • Fazer o acompanhamento de todas as atividades do projeto, em articulação com o coordenador e com a missão diplomática;
  • Assegurar a comunicação entre todas as entidades envolvidas na execução do projeto;
  • Promover junto do Camões I.P., sob proposta do coordenador de projeto, o procedimento de aquisição dos bens e serviços necessários para a execução do projeto, sempre que o mesmo envolva uma despesa superior a (euro) 50.000;
  • Monitorizar e promover a avaliação das atividades do projeto junto do Camões I.P., sempre que tal seja exigido ou se afigure necessário;
  • Liderar aos parceiros de implementação em Portugal, à entidade contratada para assistência técnica à coordenação da Ação e à unidade de coordenação do projeto no Quénia no sentido de promover a boa execução e consecução de todas as atividades, resultados e respetivas metas da Ação;
  • Orientar a implementação do Plano de Comunicação e Visibilidade, articulando nesse sentido as ações do Coordenador do Projeto e do Técnico de Comunicação e Gestão de Conhecimento a afetar pela entidade que venha a ser contratada para assistência técnica à coordenação da Ação;
  • Submeter Informações de Serviço ao Conselho Diretivo do Camões I.P. com as propostas de despesas de a realizar e outras propostas técnicas que sejam necessárias para implementação da Ação;
  • Monitorizar em permanência os indicadores de resultados da Ação e redigir os relatórios narrativos e financeiros intercalares e finais, com uma antecedência mínima de 30 dias relativamente ao limite do prazo para entrega à Comissão Europeia, assegurando a qualidade e o rigor da informação;
  • Outras tarefas necessárias para implementação da Ação, a pedido do Camões I.P.

 

III - Requisitos 

Obrigatórios:

  • Licenciatura ou superior;
  • Experiência mínima de quatro anos em funções de coordenação ou gestão de projetos de cooperação internacional para o desenvolvimento (estando residente no país beneficiário);
  • Experiência mínima de dois anos em funções de coordenação ou gestão de projetos envolvendo o setor público como beneficiário (estando residente no país beneficiário);
  • Formação ou competências específicas em gestão de projetos de cooperação para o desenvolvimento;
  • Conhecimento das normas do Fundo Europeu de Desenvolvimento e de outros instrumentos da Ação Externa da União Europeia (regulamentação contratual e financeira);
  • Proficiência na língua portuguesa de nível C2;
  • Proficiência na língua inglesa de nível C1 ou superior;
  • Proficiência em informática na ótica do utilizador.

Preferenciais

  • Experiência anterior na redação de relatórios para projetos financiados pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento.

 

IV - Competências Mínimas:

  • Competências de análise, sistematização e síntese;
  • Competências de liderança, gestão de equipas e trabalho em grupo;
  • Competências de gestão do tempo, resolução proativa de problemas e trabalho autónomo;
  • Competências de comunicação e para representação institucional;
  • Competências para trabalhar em contexto internacional e intercultural e em países em desenvolvimento, designadamente, capacidade de negociação com múltiplos detentores de interesses divergentes;
  • Orientação para resultados.
  • Excelente capacidade de comunicação e relacionamento interpessoal;
  • Capacidade de automotivação e autoaprendizagem;
  • Flexibilidade no desempenho das suas funções e fácil adaptação em contextos de mudança permanente;
  • Seriedade e ritmo de trabalho forte com postura e comportamento pessoal exemplares, adequados à posição oferecida
  • Capacidade para aceitar e cumprir instruções superiores, bem como para partilhar e transmitir conhecimentos a outros colaboradores locais, visando a sua capacitação técnica e profissional com autonomia.

 

VI - Prazo limite de candidatura: 15/02/2021

Antes de submeter a sua candidatura deverá consultar os Termos de Referência