Recrutamento de Assistentes Técnicos para Cabo-Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Princípe e Timor-Leste

A Coutinho, Neto & Orey no âmbito da sua atividade de recrutamento encontra-se a desenvolver um processo de seleção, para o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. (Camões, I.P.).

Prazo limite de candidatura: 28/04/2019 

 

Enquadramento da ação

O PROCULTURA é uma Ação financiada pela União Europeia no âmbito do Programa Indicativo Multianual UE/ PALOP- Timor-Leste 2014-2020, cofinanciado e gerido pelo Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. e cofinanciado também pela Fundação Calouste Gulbenkian, tendo por objetivo contribuir para aumentar o emprego e criar atividades geradoras de rendimento no setor cultural, com três componentes de intervenção: Recursos Humanos; Difusão e comercialização da música e artes performativas e Criação e publicação de literatura infantil-juvenil.

 

Principais Responsabilidades

Reportando ao Coordenador e ao gestor de Projeto, como a categoria de técnico, os Assistentes Técnicos (AT) são os responsáveis máximos pela implementação da Ação e assistência técnica aos beneficiários em Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, tendo como responsabilidades:

  • O apoio à coordenação da Ação e funções específicas de assistência técnica às componentes de subvenções nos seus domínios de conhecimento mais especializado.
  • Liderar a equipa da Ação no país e os parceiros locais de implementação;
  • Preparar, convocar e secretariar as reuniões do Comité de Monitorização e Assessoria da Ação no país e todos os encontros que sejam necessários com os detentores de interesse na Ação;
  • Divulgar e apoiar com a máxima publicidade e igualdade de oportunidades as componentes de subvenções da Ação e a participação dos interessados;
  • Apoiar os candidatos às componentes de subvenções da Ação na elaboração de propostas técnicas e financeiras, procurando assegurar a sua relevância e qualidade;
  • Realizar assistências técnicas e acompanhar a implementação dos projetos subvencionados pela Ação, garantindo a qualidade dos resultados e o cumprimento pelos beneficiários dos compromissos assumidos com o Camões, IP;
  • Planear o trabalho das assistências técnicas especializadas a realizar pelos parceiros da Ação no contexto de cada país, de acordo com as necessidades dos subvencionados;
  • Realizar assistências técnicas à tutela da Cultura no país, em domínios coincidentes com os resultados esperados e com os objetivos da Ação;
  • Contribuir para a preparação dos termos de referência para aquisições de bens e serviços pelo Camões I.P. no âmbito da Ação e do respetivo domínio de conhecimento especializado;
  • Instruir as propostas de Informação de Serviço para realização de despesas que sejam necessárias para implementação da Ação no país;
  • Fiscalizar o cumprimento das obrigações contratuais assumidas por todos os prestadores de bens e serviços no país, no âmbito da Ação;
  • Verificar a conformidade das faturas dos bens e serviços adquiridos no país e submeter os pedidos de pagamento a autorização do Coordenador de Projeto ou de quem o substitua, com conhecimento do Assessor de Cooperação afeto à Ação;
  • Assegurar o cumprimento dos compromissos assumidos pelo Camões I.P. no Acordo de Delegação, com atenção especial ao cumprimento do Regulamento Geral de Proteção de Dados, das disposições quanto à prevenção da fraude e conflito de interesses e das orientações relativas à comunicação e visibilidade em todas as tarefas de implementação da Ação;
  • Contribuir para a elaboração dos relatórios intercalares da Ação, acautelando uma passagem informada de todos os assuntos para a entidade que venha a ser contratada para assistência técnica à coordenação da Ação;
  • Assumir funções de Coordenador de Projeto para o país e outras tarefas necessárias para implementação da Ação, a pedido do Camões I.P.
  • Requisitos

 

Cinco Obrigatórios:

  • Formação superior;
  • Formação específica e/ou experiência profissional relevante em uma ou mais das seguintes áreas disciplinares: i) música, ii) artes cénicas, iii) edição, iv) tecnologia aplicada às artes, v) gestão cultural, vi) comunicação e marketing para a cultura;
  • Experiência mínima de quatro anos em funções de coordenação ou de gestão de projetos na área cultural e/ou indústrias criativas para o desenvolvimento;
  • Bons conhecimentos de informática na ótica do utilizador;
  • Proficiência em língua portuguesa

Três Preferenciais:

  • Experiência profissional relevante em funções de coordenação ou de gestão de projetos de cooperação internacional para o desenvolvimento;
  • Experiência profissional relevante em planificação estratégica e/ou gestão de ciclo de projeto (conceção, execução, acompanhamento e avaliação de projetos);
  • Experiência relevante em trabalho em países em desenvolvimento, de preferência PALOP ou Timor-Leste.

NOTA: Será recrutado, preferencialmente, um profissional especialista em e para cada uma das seis áreas disciplinares identificadas acima.

 

Competências Mínimas

  • Excelente capacidade de comunicação e de relacionamento interpessoal em ambiente multicultural;
  • Excelente capacidade para trabalho em equipa;
  • Competências de análise, sistematização e síntese;
  • Competências de liderança e trabalho em grupo;
  • Competências de gestão do tempo, resolução proativa de problemas e trabalho autónomo;
  • Competências de comunicação e para representação institucional;
  • Competências para trabalhar em contexto internacional e intercultural e em países em desenvolvimento;
  • Boa capacidade de negociação e orientação para os resultados.
  • Disponibilidade para trabalhar e viajar em contextos muito exigentes.

Prazo limite de candidatura: 28/04/2019

 

O processo de candidatura deverá ser feito através do registo no site www.cnorey.com (https://www.cnorey.com/pt/areas-actuacao/recrutamento-e-seleccao/)