São Tomé e Príncipe

Relações de Cooperação entre Portugal e São Tomé e Príncipe

Dados gerais

Designação Oficial: República Democrática de São Tomé e Príncipe

Capital: São Tomé.

Presidente da República: Evarísto do Espírito Santo Carvalho (tomou posse a 3 de setembro de 2016).

Primeiro-Ministro: Jorge Lopes Bom Jesus (desde dezembro de 2018)

Data da Independência: 12 de julho de 1975

Distritos: Ilha de São Tomé constituída por 6 Distritos (Água Grande, Cantagalo, Caué, Lembá, Lobata e Mé-Zóchi) e a Região
Autónoma do Príncipe constituída pelo distrito de Pagué)

Línguas: Português (oficial) e Idiomas Locais (Forro, Angolar e Lunguye)

Religião: Católica (82%)

 

Informação Geográfica

Área: 1001 km2 (Golfo da Guiné, África Ocidental)

Clima: Equatorial 

 

Informação Demográfica

Área: 997 k2 (2020, Banco de Portugal)

População: 219 mil hab. (2020, Banco de Portugal)

Taxa Média Anual de Crescimento da População: 1.66% (2018, CIA, Word Factbook, est)

Esperança de Vida à Nascença: 70.2 anos (2018, IDH-PNUD)

Taxa de Nascimento: 31.5/1000 hab (2018, IDH-PNUD)

Taxa de Mortalidade: 6.7/1000 hab (2018, IDH-PNUD)

Taxa de Alfabetização de Adultos (15 anos e mais): 84.9 % (2018, IDH-PNUD)

Índice de Desenvolvimento Humano: 138.ª Posição (2018, IDH-PNUD)

 

Informação Económica

Unidade Monetária: Dobra (1€= 24.500 STD) paridade fixa desde 1 janeiro 2010.

PIB Per Capita: 1 569 USD (2017, AICEP)

Taxa de Inflação: 5.2% (2017, AICEP)

Taxa de Desemprego: 13.0% (2013, INESTP)

Taxa de Crescimento: 4.0% (2017, AICEP)

Principais Exportações: Cacau, Máquinas e Equipamentos, Frutas e Especiarias (2017, AICEP)

Exportações-Portugal: 81,3 milhões € (2017, AICEP)

Importações-Portugal: 21,5 milhões € (2017, AICEP)

 

Outros Dados

Embaixada de Portugal em São Tomé

Embaixador: Rui Carmo

Morada (Embaixada): Avenida Marginal 12 de julho

Caixa Postal 173, S. Tomé

Telefones (+239) 222 11 30 / 222 49 97

Fax: (+258) 222 11 90

E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Adido para a Cooperação: António Machado (desde 2014)

Telefone (+239) 222 11 30

E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Embaixada da República de São Tomé em Lisboa

Embaixador: António Quinas do Espírito Santo

Morada (Embaixada): Avenida 5 de Outubro, nº 35, 4º Andar

1050-047 Lisboa

Telefones (+351) 21 846 19 17/8

Fax (+351) 21 846 18 95

E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Ponto de situação

Enquadramento Geral

As relações de cooperação entre Portugal e São Tomé e Príncipe assentam numa matriz cultural, jurídica e institucional comum e de competências técnicas específicas em áreas fundamentais para o desenvolvimento. Neste sentido, a partilha de uma língua comum permite um mais fácil enquadramento da intervenção da Cooperação Portuguesa em São Tomé e Príncipe.

A cooperação institucional entre Portugal e São Tomé e Príncipe desenvolve-se, atualmente através de Programas Estratégicos de Cooperação (PEC) negociados entre os dois países, à luz dos documentos estratégicos nacionais e alinhados com as diversas orientações internacionais em matéria de cooperação para o desenvolvimento.

Os PEC são concretizados em programas e projetos executados com a colaboração de ministérios setoriais, autarquias e sociedade civil, em particular das Organizações Não-Governamentais para o Desenvolvimento (ONGD) portuguesas.

Até ao final de 2015, a estratégia da Cooperação Portuguesa para STP encontrou-se definida no Programa Indicativo de Cooperação (PIC) estando este enquadrado nos objetivos expressos no documento “Uma Visão Estratégica para a Cooperação Portuguesa” e nas opções definidas pelas autoridades santomenses, tendo naturalmente em conta as atividades de cooperação desenvolvidas pelos outros doadores.

Programa Estratégico de Cooperação

Programa Estratégico de Cooperação (PEC) 2016-2020. Foi assinado, entre os dois países, a 7 de setembro, com um envelope financeiro de 57,5M€. O novo Programa a desenvolver até 2020 prevê uma maior concentração de verbas em setores  com a Educação, a Saúde e proteção Social, abarcando ainda a formação militar,  a cooperação policial e justiça.

Programa Estratégico de Cooperação 2016-2020


Programa Indicativo da Cooperação

Programa Indicativo de Cooperação Portugal - São Tomé e Príncipe 2012-2015

Programa Indicativo de Cooperação 2012-2015 – O PIC em vigor abrange um período de quatro anos (2012--2015). Foi assinado em Lisboa, a 27 de novembro de 2013, pelo Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Dr. Rui Machete, e pela Ministra dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Comunidades de S. Tomé e Príncipe. O PIC tem um envelope financeiro de 43,5 M€ e estabeleceu como eixos prioritários de cooperação a Boa Governação, Participação e Democracia e o Desenvolvimento Sustentável e a Luta contra a Pobreza.

Texto em Português

 

Programa Indicativo de Cooperação Portugal-São Tomé e Príncipe 2008-2011

 

Cooperação Portugal – São Tomé e Príncipe / Cooperação em números – São Tomé e Príncipe

Ajuda Pública ao Desenvolvimento de Portugal a S. Tomé e Príncipe 2015-2019

Em 2015, a APD portuguesa para S. Tomé e Príncipe registou uma subida assinalável face aos anos anteriores, situando-se nos 23M€ líquidos, maioritariamente devido ao empréstimo concessional para infraestruturas elétricas, destinado a projetos nas vertentes de construção, reformulação e reabilitação da rede elétrica. Entre 2016-19, a APD voltou a decrescer, sobretudo, devido ao fim da utilização da linha de crédito concessional para infraestruturas rodoviárias e elétricas e à descida dos encargos com os doentes evacuados para tratamento em Portugal, estabilizando na média de 12M€ anuais. Entre 2015-19 a APD líquida média para aquele país foi 14,16M€.

 

tabela stp 1 21

tabela stp 2 21 

Entre 2015-19 o agrupamento “Outras Infraestruturas e Serviços Sociais” centraliza a maior fatia da ajuda (62%) por via de projetos nas áreas da “Educação”, “Saúde” e “Água e Saneamento”. O grupo “Outras Infraestruturas e Serviços Económicos” assume 23%, particularmente pelo peso dos setores “Energia” (2015-17) na sequência do empréstimo concessional para infraestruturas elétricas, e “Transportes” (2018-19) devido à Missão de Apoio da Marinha Portuguesa à fiscalização dos espaços marítimos e formação da Guarda Costeira do país. De assinalar, em 2019, os setores “Agricultura” com projeto de Apoio às Fileiras Agrícolas de Exportação de S. Tomé, e “Pescas” com o projeto de Co-Gestão Sustentável das Pescas no Sul da Ilha de São Tomé.

tabela stp 3 21

 

Projetos desenvolvidos

Tópicos neste artigo: